02/01/2017 09:48:00

AUMENTANDO
Itaipu quebra recorde mundial de produção de energia em 2016
Expectativa é que em 2017 o clima ajude e que um novo recorde seja alcançado ao fim do ano



Da Redação, com assessoria

Foz do Iguaçu - A Usina Hidrelétrica de Itaipu, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, quebrou o recorde mundial de produção de energia em um único ano. Segundo dados divulgados pela administração da empresa, em 2016, foram produzidos 103.098.366 mega-watts-hora (MWh).

O número supera o recorde anterior da Usina de Três Gargantas, na China, que tinha produzido 98 milhões de MWh, em 2014. A hidrelétrica chinesa é a maior do mundo em tamanho e capacidade instalada.

A empresa, que é de propriedade do Brasil e do Paraguai, superou em 28 milhões de MWh a capacidade mínima de produção estabelecida no acordo entre os dois países. Na época, os governos se comprometeram a construir uma usina que pudesse produzir ao menos 75 milhões de MWh por ano.

Ainda de acordo com a Itaipu, a produção de 2016 poderia abastecer sozinha todo o Brasil, por um período de dois meses e 18 dias. Caso a energia fosse direcionada apenas ao Paraguai, ela iria suprir as necessidades dos vizinhos por sete anos e três meses. Também seria possível fornecer eletricidade para toda a América Latina por 35 dias. Já a maior cidade brasileira, São Paulo, poderia ser abastecida por três anos e cinco meses com a energia elétrica que saiu das turbinas de Itaipu no último ano.

A Itaipu Binacional, estatal que controla a companhia, informou que a usina atualmente opera no limite da capacidade. Ao todo, são 20 unidades geradoras de energia, capazes de produzir 14 mil MW. Essa geração chegou ao pico devido às chuvas que caíram no leito do Rio Paraná, que abastece a usina. Durante o ano, a usina precisou abrir o vertedouro várias vezes, para escoar o excesso de água.

A expectativa da direção da empresa é que em 2017 o clima ajude e que um novo recorde seja alcançado ao fim do ano.

COMENTÁRIOS