03/08/2017 17:15:00

CINEMA
Vampiros, lobisomens e outros monstros invadem o Cine Unicentro
Programação de agosto homenageia os grandes clássicos do terror das décadas de 30 e 40


Programação começa com a versão de Tod Browning de Drácula, de 1931 (Imagem: Reprodução)


Com Assessoria

Guarapuava - O projeto Cine Unicentro aproveita o gancho do “mês do desgosto” para exibir o ciclo de filmes “Os Monstros de Agosto”. Nas noites de quinta (começando nesta, 03 de agosto), a sala de cinema do campus Santa Cruz (rua Padre Salvador Renna, 875) reserva um clássico de terror da Universal, famoso estúdio norte-americano que fez muito sucesso nos anos de 1930/40, em Hollywood, com suas produções estreladas por criaturas horripilantes.

Pelo menos uma vez por semana, vampiros, lobisomens e companhia limitada invadem a Unicentro, tornando-a uma verdadeira “Universidade dos Monstros”. Sempre com entrada gratuita e aberta a toda a comunidade (acadêmica ou externa) - após a exibição, o público presente é convidado a participar de debates informais com um mediador.

PROGRAMAÇÃO

Drácula, na versão de Tod Browning

A programação de agosto inclui os seguintes filmes: “Drácula” (1931), dia 3; “Frankenstein” (1931), no dia 10; “A Múmia” (1932), dia 17; “O Homem Invisível” (1933), dia 24; e “O Lobisomem” (1941), dia 31. Sessões sempre às 19h30.

“A ideia surgiu a partir do retorno desses mitos no novo ciclo da Universal, batizado agora de ‘Dark Universe’. O primeiro deles é o reboot ‘A Múmia’ (2017), com Tom Cruise no elenco. Mas como esse retorno ficou abaixo das expectativas, achei que era importante que o público conhecesse as origens, ou seja, os monstros clássicos”, diz o jornalista Cristiano Martinez, que faz parte do conselho consultivo que escolhe os filmes a cada mês.

Ele explica ainda que os outros membros do grupo gostaram da ideia e aprovaram a seleção de agosto. O projeto é coordenado pelo professor Francismar Formentão (do Depto. de Comunicação Social), com apoio da direção do campus Santa Cruz. O Sesc Guarapuava e o jornal Correio do Cidadão são parceiros do projeto.

MATINÊ

E, no último sábado deste mês, uma matinê para a família de Guarapuava e região. Em 26 de agosto, às 14h, sessão com o longa-metragem nacional “Sinfonia da Necrópole” (2014). A entrada também é gratuita, no cinema do campus.

VAMPIRO

Dirigido por Tod Browning, “Drácula” (1931) é considerado uma verdadeira obra-prima do cinema ocidental.

A história é bem conhecida do imaginário popular: Drácula (Bela Lugosi) é um conde vindo dos Cárpatos que aterroriza Londres por carregar uma maldição que o obriga a beber sangue humano para sobreviver. Após transformar uma jovem em vampira, ele concentra suas atenções em uma amiga dela, mas o pai da próxima vítima se chama Van Helsing (Edward Van Sloan), um cientista holandês especialista em vampiros que pode acabar com seu reinado de terror.

Mas o grande diferencial do filme é a interpretação do ator húngaro Bela Lugosi (1882-1956), que se tornaria definitiva para o vampiro no cinema. Seus trejeitos e maneirismos seriam imitados e parodiados à exaustão.

Recém-falecido, o ator Martin Landau viveu Lugosi na cinebiografia “Ed Wood” (1994), de Tim Burton.

ADAPTAÇÃO

Em tempo: “Drácula” (1931) é baseado numa peça de teatro que, por sua vez, é uma adaptação do clássico da literatura “Drácula” (1897), de Bram Stoker.

COMENTÁRIOS