04/07/2016 12:57:00
Ah, as cerejeiras...


Foto: Rodrigo de Souza


A natureza não é o próprio Deus, mas alguém duvida que ela é a Sua pura manifestação?

As cerejeiras no Parque do Lago neste final de semana foram prova desse poder divino e um convite para os olhos brilharem procurando uma beleza surpreendente.

Passeios, risos, mãos dadas, sorvete, violão e brincadeiras foram acessórios para compor um cenário de beleza gigante de tom rosa dourado das flores.

E como tudo na vida é impermanente, tanto alegrias como tristezas, a natureza mais uma vez nos prova que é necessário cumprir ciclos e nos tira em poucos dias estas pétalas sedutoras.

Tudo para aprendermos definitivamente a aproveitar cada momento e eternizar com lembranças maravilhosas o que é essencialmente efêmero.

Muita gratidão pelos dias de inverno coloridos e ensolarados.

Carpe diem!

Até breve.

Beijos cor de rosa.

Jo.

COMENTÁRIOS



Sobre o Blog

Joelma Baitel será mais um nome que integrará a equipe de blogueiros da Rede Sul de Notícias. Graduada em jornalismo pela UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), tem especialização em filosofia e sociologia pela Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste).

A “Jo”, como é chamada pelos amigos, trabalhou durante 10 anos com comunicação política e recentemente voltou a Guarapuava para dedicar-se num empreendimento com os irmãos Baitel, a Arte Florestal, que é uma loja que mistura móveis de madeira de demolição, decorações alternativas e produtos aromáticos, integrando um clima totalmente zen. “Senti um desejo muito forte de abandonar velhos padrões e mergulhar num projeto essencial no qual acreditamos muito. Escrever no blog será com certeza um grande prazer e algo que irá agregar muito neste momento de aprofundamento interior que escolhi viver”, explicou.

A jornalista que pratica Yoga há 9 anos irá escrever basicamente sobre bem estar, terapias alternativas e física quântica. “Quero compartilhar com os leitores da Rede os meus estudos, um olhar mais simples no encontro de dias mais felizes e ampliar energia positiva, para contribuir no despertar de uma consciência coletiva mais leve e harmônica”, finaliza Jo.





Veja Mais