04/07/2017 13:31:00

MALDADE
Vandalismo na Lagoa. Árvores recém plantadas e suas estruturas foram destruídas
Jonas Laskouski (*)


É revoltante (Foto: Secom)


Jonas Laskouski, com Secom

Guarapuava - Sinceramente, é revoltante. Dá raiva e a gente (pelo menos eu e, espero, boa parte de vocês leitores) se pergunta: por que? Por que destruir (nesse caso) um futuro patrimônio, parte de uma obra que está revitalizando um bem que é de todos os guarapuavanos? Como diria boa parte de nossos pais: parece que tem merda na cabeça.

No último dia 28, a RedeSul de Notícias esteve na Lagoa das Lágrimas acompanhando o plantio das novas espécies de árvores, juntamente com o prefeito Cesar Filho, o pessoal da Secretaria de Meio Ambiente, alunos da Escola Municipal Padre Estanislau Cebula e imprensa, num momento muito bacana e que você pode relembrar AQUI.

E não é que teve alguém (ou alguns, vai saber) que teve coragem e a ousadia cruel de destruir o que foi recém feito? A Prefeitura de Guarapuava divulgou nota e fotos, informando que durante o último final de semana, vândalos destruíram algumas das estruturas que protegem as mudas das novas árvores. Além disto, essas árvores ficaram danificadas e terão que ser replantadas.

“É dever de todos proteger o patrimônio público, e estas árvores são muito importantes para a Lagoa das Lágrimas. Ações de vândalos prejudicam a rapidez com que elas iriam crescer e se desenvolver”, comentou o Secretário de Meio Ambiente, Celso Araújo.

Mas não é só isso não. Essas pessoas, quando pegas, devem ser punidas. Quando não é árvore, é lixeira, é ponto de ônibus, é placa de trânsito, é posto de saúde, e até igreja, como aconteceu no Distrito do Guará recentemente. É gente jogando lixo e entulho em beira de estrada, em calçadas. Vamos estar de olho e pedimos a ajuda de você leitor, que esteja atento para fotografar, filmar e nos enviar flagrantes de ações como essa.

Se você ama e quer ver sua cidade bem cuidada, denuncie.

Se você não ama e não está nem aí para o que está sendo feito para o bem de toda uma comunidade, fique na sua. Respeite. Não destrua. Ou vá morar no meio do mato, sozinho. Ninguém precisa de gente como você por perto.

Flagrantes de qualquer natureza podem ser enviados para os seguintes números de WhatsApp: (42) 9.9858-6582 ou (42) 9.9127-4327.

(*) Jonas Laskouski é jornalista e repórter da RedeSul de Notícias. E ama Guarapuava.

 

 

COMENTÁRIOS



Sobre o Autor

Jonas Laskouski é repórter da RedeSul de Notícias e tem uma visão muito particular sobre o mundo que o rodeia. Neste espaço, o guarapuavano pretende compartilhar sua visão desse mundo cada vez mais imprevisível e que nos surpreende, de maneira positiva e negativa, todos os dias.





Veja Mais