06/09/2017 09:40:00

ALERTA
Poderoso Furacão Irma, de categoria 5, atravessa Ilha de Barbuda
Na ilha vivem 1.645 pessoas e há 545 moradias, de acordo ao último censo de 2011


(Foto: Nasa)


Da Redação, com Agência Brasil

O olho do Furacão Irma atravessou nessa quarta feira (o6) a Ilha de Barbuda, com efeitos "potencialmente catastróficos" na região e no restante das Pequenas Antilhas, em Porto Rico, na República Dominicana e em outras áreas do Caribe, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

De categoria 5, a máxima na escala de intensidade Saffir-Simpson, o Irma cruzou Barbuda por volta das 2h (hora local), com ventos máximos de 295 quilômetros por hora (km/h).

Agora, o Irma avança para o norte-noroeste, a uma velocidade de 240km/h, e fica 10 quilômetros ao Norte de Barbuda e a 65 quilômetros ao Norte de Antígua. Na ilha, vivem 1.645 pessoas e há 545 moradias, de acordo ao último censo de 2011.

Segundo o padrão de trajetória traçado pelo NHC, após atravessar as Pequenas Antilhas o furacão, considerado extremamente perigoso, passará perto ou apenas ao Norte de Porto Rico, hoje por volta do meio-dia.

Depois de Porto Rico, o Irma passará provavelmente pelo Norte da República Dominicana, as Bahamas, o Norte de Cuba e chegará à Flórida no fim de semana.

Com algumas oscilações, os meteorologistas preveem que o Irma se mantenha em categoria 4 ou 5 nas próximas 48 horas.

O Irma é o furacão mais intenso formado no Atlântico desde o Allen, que em 1980 atingiu ventos máximos de 305km/h.

PAPA MUDA ROTA

O avião que levará nesta quarta (06) o papa Francisco, de Roma até Bogotá, modificará sua rota para evitar o furacão Irma, de categoria 5 e situado atualmente sobre as Pequenas Antilhas, informou hoje o Vaticano.

O voo AZ4000, da companhia aérea Alitalia, tem previsão de decolar por volta das 11h (hora local), do Aeroporto de Fiumicino, em Roma.

A bordo, além do pontífice, viajam cerca de 20 pessoas da delegação pontífice e 71 jornalistas.

O papa tem previsão de chegar na capital colombiana às 16h30 (horário local, 18h30 de Brasília) e onde ficará até o dia 10 e visitará Bogotá, Villavicencio, Medellín e Cartagena das Índias.

COMENTÁRIOS