06/09/2017 15:53:00

VISÃO E TALENTO
Thalyta e Maristhella: do curso de Administração à empreendedoras de sucesso
Elas ainda não se formaram, mas se depender de uma etapa do TCC preparada por elas, o futuro na profissão está garantido


Thalyta e Maristhella: o show das poderosas ganha nova conotação (Foto: Jonas Laskouski)


Jonas Laskouski

Guarapuava - O certeiro Augusto Cury disse certa vez: “Ser empreendedor é executar sonhos, mesmo que haja riscos”. No sentido mais simples da palavra, empreender significa pegar uma ideia e colocá-la em prática. E na prática, na real mesmo, empreendedorismo é muita ralação - como li num blog dias atrás -, exigindo muito de quem opta por esse caminho e, para se manter nele, é preciso muita paixão, determinação em um sonho ainda maior.

São esses ingredientes, nas doses certas, que movem duas alunas do último ano de Administração, da Faculdade Guairacá, rumo ao diploma e ao futuro. Devem mover outros também, mas um evento - sonhado, criado, organizado e realizado no último sábado, 02 de setembro - projetou empreendedoras de sucesso. Como parte do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC), que tem como tema ‘Empreendedorismo’, as acadêmicas Maristhella Vimolong Capote Neves e Thalyta de Lima criaram, a partir de experiências familiares e já pensando no mercado guarapuavano, uma Casa de Carnes Nobres. O projeto ganhou vida em um evento de degustação, onde os convidados foram apresentados à ideia do que pode ser um futuro empreendimento.

Para que o evento fosse possível, Maristhella e Thalyta precisariam contar com ajuda e patrocínio, já que servir carnes nobres com cortes especiais e temperos diferenciados exigiria uma certa demanda financeira, sem contar que não seria só isso. Era preciso espaço, decoração, logística, acompanhamentos, serviço e tudo o mais para uma apresentação condizente com o nível do empreendimento, que seria avaliado por professores e convidados. E elas foram atrás. Correram atrás, na verdade. Suaram, batendo na porta de empresas que poderiam apostar em seus sonhos - reais sonhos. “Mas, vocês?”, escutaram de alguns, duvidando de suas capacidades. Não foi fácil. Alguns empresários chegaram a se esconder ao saber do que se tratava – de que seria um pedido de patrocínio para um trabalho de faculdade, sem ao menos escutar o que elas tinham a dizer. Já outros, apostando na ideia das meninas e enxergando além (ter visão empresarial e empreendedora também é isso), fizeram a diferença.

E assim, as acadêmicas conseguiram as carnes, os cortes, o chope e as demais bebidas, a decoração e toda ajuda financeira necessária para comprar tudo o que precisariam para realizar o evento, etapa fundamental para a conclusão do TCC. E aos incrédulos que acharam que iria ‘rolar um churrasquinho’, a surpresa. Posso falar com toda convicção, porque eu estive lá.

Assar uma carne no domingo, num feriado ou em alguma data comemorativa pode parecer a tarefa mais fácil do mundo, tamanha é a paixão do brasileiro pelo churrasco. E é. Agora, saborear um determinado tipo de carne, temperada e cortada especialmente, pode ser uma experiência mais que prazerosa. E é. O empreendimento criado pelas meninas tem esse objetivo: oferecer ao consumidor guarapuavano um serviço onde o cliente escolhe a carne, o tempero e tem a praticidade de levar a encomenda para casa pronta e no ponto ideal, tudo preparado por quem entende do assunto. Para isso, as acadêmicas contaram com a ajuda de dois mestres na arte de temperar e assar essas delícias, que fazem isso como hobby já algum tempo, mas por gostarem tanto do que fazem e se aprofundarem em conhecimento e tendências da área, acabaram por criar uma prática que leva praticamente à perfeição. Jefferson Dias Caldas e o socorrista Gilciney Siqueira são compadres - Jefferson é marido de Thalyta e Gil foi padrinho de casamento do casal. Amigos de longa data, mesmo Gil morando em Irati, os dois sabem tudo de carne e mostraram a viabilidade do empreendimento.

Foram servidos sete cortes de carne, nesta sequência: Prime Rib ao Molho de Vinho Branco, Shoulder Steak com Ervas Finas, Lombo Suíno com Chimichurri, Short Rib temperado com sal especial e pimenta, Medalhão de Cordeiro com Molho de Hortelã, Flat Iron com sal grosso, vinho branco e azeite de oliva e Skirt Steak com o mesmo tempero anterior. Minha avaliação não precisa ser detalhada – o texto que você está lendo traduz toda a minha impressão. Após cada carne ser servida, os convidados respondiam a um questionário onde deveriam classificar o que mais chamava a atenção no corte: cheiro, sabor, textura e cor, além de perguntas sobre o ponto (bem, mal passado ou no ponto), se o cliente voltaria a comprar aquele produto e em quanto tempo e quanto pagaria. Essas respostas e outras que foram dadas após a finalização da degustação, para verificar a viabilidade do empreendimento, serão a base para o estudo conclusivo do TCC que será apresentado à banca do curso de Administração em novembro próximo.

“Muitas vezes os alunos cumprem uma etapa, então o TCC é uma etapa formal para a finalização do curso, e elas não. Elas abraçaram essa criação de empreendimento como algo que elas realmente querem implantar. Elas não estão tratando como um trabalho, elas estão tratando como algo que ela pretendem empreender”, comenta a professora Lia Maura Caldas, coordenadora de estágio supervisionado do curso de Administração, da Faculdade Guairacá. “Isso faz toda diferença na questão da dedicação, na busca dos objetivos. Isso sim é o diferencial do trabalho. Estou extremamente orgulhosa das minhas meninas”.

Para o diretor geral da instituição, professor Juarez Matias Soares, participar do evento, como educador, foi uma honra. “Quando você vê duas acadêmicas com um trabalho excelente como esse que foi apresentado, a gente fica envaidecido por saber que nossa missão está sendo executada”.

E o que dizem essas meninas, depois de ver a concretização de tamanho esforço sendo coroada? Emocionadas, elas mesmo contam:

Como contador de histórias, eu, particularmente, me emociono ao ver sonhos sendo realizados, ideias inovadoras sendo colocadas em prática, conceitos sendo renovados, dentre tantas outras coisas que me despertam o tesão de escrever, além da obrigação. A Maristhella e a Thalyta provaram de maneira brilhante que viver no mundo do ‘empreender’ é aproveitar o talento ao seu máximo e arriscar. Definitivamente, elas vão alçar voos majestosos rumo a níveis cada vez mais altos.

Parabéns a todos os patrocinadores que acreditaram e a todos os envolvidos que ajudaram.

COMENTÁRIOS



Sobre o Autor

Jonas Laskouski é repórter da RedeSul de Notícias e tem uma visão muito particular sobre o mundo que o rodeia. Neste espaço, o guarapuavano pretende compartilhar sua visão desse mundo cada vez mais imprevisível e que nos surpreende, de maneira positiva e negativa, todos os dias.