09/05/2017 13:57:00

LITERATURA CLÁSSICA
O feminismo de Kate Chopin ganha evidência em projeto literário
Professora abordará o tema em 'Sábados Literários', na Unicentro, em Irati


Kate Chopin (Foto: Divulgação)


Da Redação

Irati - Para quem gosta de literatura clássica, a obra da escritora norteamericana Kate Chopin é um “prato cheio”. Considerada a fundadora do feminismo, ainda no final do século 19, ela trata com propriedade de temas como liberdade, paixão, preconceito, lealdade, ciúme, loucura, casamento, maternidade e rebeldia. Quem conhece um pouco da sua obra sabe que seus temas revelavam as amarras sociais impostas às mulheres. Durante a sua vida, Kate foi pouco reconhecida, e o esquecimento veio com a sua morte. Mas uma biografia lançada nos anos 60 bastou para que os movimentos feministas norteamericanos resgatassem sua obra.

E é essa escritora o tema principal da próxima edição do projeto 'Sábados Literários', no dia 27 de maio, no Centro Cultural, em Irati, com o conhecimento da professora Ana Paula de Castro Sierakowski.

Coordenado pelo professor Edson Santos, do Departamento de Letras da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), o projeto entra em seu quinto ano e tem como objetivo fomentar o gosto pela literatura. “As pessoas nos dias de hoje, ao contrário do que muitos falam, se interessam pela leitura e nossa missão é tentar aproximar esse gosto pela literatura com os grandes autores nacionais e internacionais”.

Para despertar atenção do público, o 'Sábados Literários' traz um tema diferente a cada ano. Em 2017, os encontros são pautados pela temática “Pratas da casa”, já que todos os palestrantes serão docentes que tenham algum tipo de ligação com a Unicentro. 

COMENTÁRIOS