11/09/2017 16:25:00

INVESTIMENTO
Localidade de Itapará, em Irati, recebe salas de aula
Previsão é de que as salas sejam entregues em dezembro para serem utilizadas a partir do ano letivo de 2018


Obra de 110m² está com 50% de conclusão (Foto: Assessoria)


Da Redação, com assessoria 

Irati - As obras de duas novas salas de aula na Escola Rural Municipal São Miguel, na localidade de Itapará, em Irati, já estão 50% concluídas. A construção do novo espaço está sendo realizada desde o final do mês de julho. A previsão é de que as salas sejam entregues em dezembro para serem utilizadas a partir do ano letivo de 2018.

“Desde 2008, quando a Irmã Ana era diretora da escola, a comunidade fazia pedidos de melhorias para a escola. Foram feitas duas alas, mas nossa demanda aumentou. Os pais sempre vinham nos perguntar quando seriam construídas as salas e, agora, a obra está saindo rapidamente”, contou a Irmã Lourdes Holodiuski, diretora da escola desde 2013.

As obras das salas iniciaram em 28 de julho. “A construção tem 110 m² com um investimento de R$ 130 mil com recursos próprios do município. A escola recebe alunos de toda a região e não tem salas suficientes para todas as atividades. Esta obra vai suprir as necessidades dos alunos para terem um local adequado para os estudos”, explicou o secretário de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, Dagoberto Waidzyk, que destaca a sensibilidade do prefeito Jorge Derbli em atender o distrito do Itapará neste primeiro ano de governo.

BARRACÃO SEM CONDIÇÕES DE ESTUDO

A escola do Itapará também tem turmas do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. São 101 alunos do município e 115 do Estado nos períodos da manhã e tarde. “Como todas as salas estão ocupadas, 56 alunos estudam neste barracão, que é usado para as turmas do Pré I e II e para o projeto Mais Educação”, esclarece Irmã Lourdes. São atendidos alunos das comunidades de Linha E, Iratizinho, Água Mineral, Linha B, Pinheiro Machado, Linha F, Campina Branca, Vista Alegre e Faxinal dos Antonios.

Como o barracão é um espaço inadequado para as aulas, as crianças sofrem com todos os tipos de condições climáticas. “Quando chove, temos infiltração. No período do inverno, venta para todo o lado e, já no verão, é muito quente”, descreve a diretora. Além das aulas, o barracão também abriga o depósito de materiais da escola, reuniões e trabalhos dos alunos.

“Há muito tempo, a comunidade estava almejando e insistindo para que fossem construídas as salas para os alunos saírem do barracão. A obra vai atender tanto o município quanto o estado. Estamos com um amplo projeto desde o início do ano para atender as necessidades de todas as escolas. Muitas já foram atendidas com troca de telhado e piso e reformas na cozinha, por exemplo. E, neste trabalho, as escolas do interior estão recebendo melhorias, como o Itapará, que tinha esta prioridade”, destacou a secretária de Educação de Irati, Rita de Cássia Almeida.

 

COMENTÁRIOS