12/05/2017 14:32:00

EDUCAÇÃO
Governador inaugura escola de ensino profissionalizante
Agenda de Richa na região central começou em Manoel Ribas


Governador Beto Richa em Manoel Ribas (Foto: Divulgação)


Da Redação, com AEN

Manoel Ribas - O governador Beto Richa inaugurou nesta sexta (12) o Colégio Estadual de Ensino Profissionalizante (CEEP) de Manoel Ribas, na região central do Estado. A unidade, que começou a funcionar em fevereiro, atende alunos da cidade, de municípios do entorno e das 71 comunidades indígenas da região. Richa também repassou um ônibus para o transporte escolar do município. 

“Esse é um grandioso investimento. Uma escola de ensino profissionalizante que vai proporcionar um futuro muito melhor e mais promissor para os adolescentes e jovens”, disse o governador na solenidade, que contou com a presença da prefeita Bete Camilo, da secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, dos deputados estaduais Bernardo Carli e Alexandre Curi, além de alunos e professores. 

Richa afirmou que os alunos terão na escola uma educação qualificada, um ensino técnico que vai contribuir de forma decisiva para a boa formação intelectual e desenvolvimento pessoal dos jovens. “Ao concluir a formação nessa escola, os jovens terão oportunidade muito maior de se inserirem no mercado de trabalho e, consequentemente, de uma vida mais digna com os seus familiares”, declarou.

A unidade de Manoel Ribas é a décima desse porte entregue desde 2011, somando investimentos de mais de R$ 80 milhões. “É um compromisso do nosso governo com a educação de qualidade para o desenvolvimento do Estado e para uma vida melhor dos paranaenses”, afirmou.

Os investimentos em educação, disse Richa, são possíveis porque o Estado se preparou para enfrentar a crise nacional. “Hoje os paranaenses começam a reconhecer, até na comparação com os demais Estados, o acerto das medidas do ajuste fiscal. O Paraná, com a participação de todos, dá grandes exemplos ao Brasil de uma gestão profissional, sem populismo e demagogia, eficiente e responsável".

A prefeita Bete Camilo ressaltou a importância do colégio na vida da comunidade. “A oferta do ensino profissional fará com que os jovens permaneçam na cidade. Vamos manter os nossos filhos próximos e eles sairão da escola já com formação profissional. É um sonho da comunidade, o conforto de poder estudar próximo de casa, em segurança”, afirmou Bete. 

TURMAS

Atualmente o CEEP de Manoel Ribas tem 114 alunos, em três turmas, no curso de formação de docentes para educação infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental e curso técnico de Administração – este com uma das turmas formada, exclusivamente, por alunos indígenas.

A diretora do CEEP, Elizabeth Gheller dos Santos, disse que a expectativa é aumentar o número de alunos para 1.200 até o final de 2018. “Já fizemos pedidos para novos cursos e estamos aguardando a liberação de técnico em Agropecuária e Edificações”, explicou. 

LABORATÓRIOS E BIBLIOTECA

O colégio de Manoel Ribas é um investimento de R$ 7,4 milhões, em parceria do Governo do Estado e Governo Federal. A estrutura conta com laboratórios, salas de aula, biblioteca, área administrativa, auditório e alojamentos em cerca de 4.9 mil metros quadrados de área construída. 

As alunas Ana Carolina Xavier, 14 anos, e Mariane Conunello, de 15, fazem o curso de formação de docentes e elogiaram o colégio. “Temos as matérias normais de Ensino Médio e também tem outras, específicas do curso profissionalizante”, disse Ana Carolina, que no futuro quer ser professora de inglês e português. Mariane, ressaltou a estrutura. “Contamos com laboratórios de biologia, anfiteatro, quadra poliesportiva. São espaços bem grandes que dá para fazer bastaste atividade”, disse ela. 

CURSOS TÉCNICOS TAMBÉM EM ESCOLAS REGULARES

O CEEP de Manoel Ribas é um dos 15 colégios estaduais que ofertam ensino profissionalizante para jovens e adultos – dos quais dez inaugurados nos últimos seis anos. Além dos colégios profissionalizantes, a rede estadual de ensino oferta, gratuitamente, cursos técnicos em outros 335 estabelecimentos de ensino em diferentes regiões do Estado. São 316 escolas regulares, 18 Colégios Agrícolas e um Colégio Florestal especializados no ensino profissional de acordo com a demanda do setor produtivo de cada região. Somando todas as unidades o Estado oferece 58 cursos diferentes. 
 

COMENTÁRIOS