12/09/2017 15:00:00

INOVAÇÃO
Cristina Silvestri traz a Guarapuava o método Cultura pela Paz
Inovação pedagógica será levada também para Boa Ventura do São Roque. Evento será de 13 a 15 de setembro


Deputada estadual Cristina Silvestri (Foto: Assessoria)


Da Redação, com assessoria

Guarapuava - Uma iniciativa da deputada estadual Cristina Silvestri (PPS) traz a Guarapuava, nesta quarta (13), uma inovação pedagógica que será tratada pelo fundador e orientador de conteúdos da Inteligência Relacional, João Roberto de Araújo. É a metodologia Liga Pela Paz que estará na pauta de 13 a 15 de setembro, envolvendo profissionais da saúde e educação de Guarapuava e Boa Ventura de São Roque. O evento tem a coordenação do psicólogo e assessor parlamentar, Giovani Caetano Jakulski.

Boa Ventura do São Roque será o primeiro. Nesta terça (13), educadores do município receberão Araújo para um momento de sensibilização e compartilhamento de conhecimentos sobre educação socioemocional. O encontro acontecerá às 19h, na Escola Nossa Senhora Aparecida, com apoio da Secretaria Municipal de Educação, Câmara de Vereadores e Colégio Adonis Morski.

GUARAPUAVA

Em Guarapuava, as palestras acontecerão em dois momentos. Primeiro para profissionais da saúde, dia 14 de setembro, quinta, das 10h30 às 12h30, e das 13h30 às 15h, e também no dia 15 de setembro, das 9h às 12h, no auditório Antônio Francisco Contini, da Universidade Estadual do Centro-Oeste. A expectativa é de mil participantes. Umas das palestras será ministrada pela psicóloga Suzans Rurich com o tema: Eu agente de mim mesmo, outra palestra será com o psiquiatra Libero Mezzadri, com o tema: Qualidade de Vida. Uma terceira palestra sera ministra pelo Burnout Jeferson Quadros. 

Na quinta (14), a reunião será destinada aos profissionais da educação e acontecerá das 15h30 às 17h, na Faculdade Campo Real. São esperados aproximadamente 250 educadores. O objetivo desse encontro é tratar dos desafios que os educadores enfrentam e da importância da reflexão e do protagonismo em sala de aula e na vida.

 A deputada Cristina Silvestri ressalta a importância da Educação Emocional e Social para crianças, jovens, profissionais de todas as áreas e todas as regiões do país. “A chegada da Educação Emocional e Social no Estado do Paraná sinaliza novos tempos para a sociedade, que necessita de equilíbrio emocional. Não podemos nos perder nos desafios da contemporaneidade, mas sim enfrentá-los, construindo uma Cultura de Paz”.

O objetivo das palestras é promover uma mobilização e atrair a atenção para a Educação Emocional e Social, inovação pedagógica que surge da confluência de diversos ramos do conhecimento como a Pedagogia, a Neurociência, a Psicologia e as Ciências Sociais. A empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, alguns dos grandes tema da Metodologia Liga Pela Paz, aparecem como alicerces da construção de uma Cultura de Paz.

O PROFESSOR

O professor João Roberto de Araújo é fundador e orientador de conteúdos da Inteligência Relacional, organização pioneira no Brasil em pesquisa, criação de material pedagógico e formação de educadores para a educação emocional e social. Araújo é mestre em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo - USP e professor visitante da Universidade da Califórnia, Santa Bárbara – EUA, no Centro de Mudanças Educacionais.

Idealizador da Metodologia Liga Pela Paz para Educação Emocional e Social, qualificada pelo Ministério da Educação, é autor dos livros: “Liga Pela Paz”, para alunos do ensino fundamental; “Educação Emocional e Social”, para alunos do ensino fundamental; “Educação Emocional e Social - um diálogo sobre Arte, Violência e Paz”; “Ensinar a Paz - Ensaio sobre Educação Emocional e Social” e “Liga Pela Paz: Educando para as emoções – A Teoria na prática”.

LIGA PELA PAZ

Há dez anos, a metodologia utiliza estratégias psicopedagógicas que permitem que crianças, jovens e adultos se apropriem de conteúdos de Educação Emocional e Social. Busca a redução da violência, melhoria da convivência edo aprendizado, além de conceitos de Cultura de Paz, para uma vida digna,feliz e sustentável.

A Metodologia Liga Pela Paz é qualificada pelo Ministério da Educação, alcançando 22 Estados brasileiros, mais de 590 mil alunos e mais de 22 mil educadores, chegando a Rennes, na França, na escola-modelo Lycée Chateaubriand. Inserida no conceito de educação integral, vai além dos conteúdos curriculares e apresenta novos formatos para educar para a vida. Na avaliação de educadores de todo o Brasil, a metodologia já promove eficácia no enfrentamento da hiperatividade, agressividade destrutiva e desinteresse acadêmico.

Para saber mais acesse www.inteligenciarelacional.com.br

* Matéria atualizada às 15h52 para retificar horários a pedido a organização do evento.

 

 

 

 

COMENTÁRIOS