12/09/2017 10:43:00

QUADRILHÃO DO PMDB
Governistas temem nova denúncia contra Michel Temer
A investigação da PF concluiu nesta semana que membros do PMDB faziam parte de uma organização criminosa


Michel Temer (Foto: Alan Santos/PR/Fotos Públicas)


Da Redação

Brasília - Governistas se mantem em alerta em Brasília após a conclusão do inquérito comandado pela Polícia Federal contra o “quadrilhão” peemedebista na Câmara Federal. O temor é que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente outra denúncia contra Michel Temer.

A investigação da PF concluiu nesta semana que membros do PMDB faziam parte de uma organização criminosa, já que um grupo de deputados e ex-deputados, entre os quais, Michel Temer (PMDB) e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), são responsáveis, entre outras, por práticas de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, entre outros.

No relatório também estão incluídos os ex-presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (RJ) e Henrique Eduardo Alves (RN), além do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Os três estão presos.

 

 

COMENTÁRIOS