13/07/2017 12:31:00

GRATIDÃO
Se depender de gente como a Pamela e a Fran, Guarapuava 'tá de boas'
O agradecimento feito no grupo Brechózinho Guarapuava já teve mais de 3 mil reações



Jonas Laskouski

Guarapuava - Vez ou outra, durante o dia, todos temos nossos momentos de distração. Todos, sem exceção. E quando esses descuidos acontecem em locais públicos, junto com eles vem algo chamado 'oportunidade'. Para o bem ou para o mal. Honestamente ou malandramente, como nos desenhos animados do Pato Donald, o anjinho sentado num ombro e o diabinho no outro - os dois 'buzinando' no ouvido. E aí chega a hora da escolha e, claro, cada um é cada um. Tem gente que não pensa duas vezes e age com honestidade imediata, outros já olham para os lados para ver se tem alguém olhando, alguns já são mais descarados e assim vai... Pode ser no troco a mais, algo que o cara na sua frente derruba na rua, uma sacola esquecida. Especificamente nessa história, uma chave deixada na porta de um automóvel no estacionamento de um mercado, em Guarapuava.

Você lá, no meio das compras e de repente percebe que a chave não está com você. Desespero? Desespero. Ao menos, com a Pamela Luy foi assim. "Hoje quando saí do carro no estacionamento do mercado, deixei a chave na porta, e no meio das compras me dei conta que não estava com ela [a chave], que desespero", contou ela no agradecimento público que fez numa postagem no grupo Brechózinho Guarapuava. Opa! Se tem agradecimento é porque algo de bom aconteceu, certo? Certo!

Eu ainda não consegui conversar com a Pamela, mas imagino como deve ter sido a sequência dos fatos (se eu errei me corrijam depois, meninas). Depois de olhar na bolsa e nos bolsos, e a tensão aumentando, a Pamela volta no carro no estacionamento e pá! Sabe no filme quando toca aquela musiquinha e aparece um anjo? E um raio de sol surge por entre as nuvens e ilumina a cena? O anjo, no caso, existe e deixou o bilhete mostrado na foto aí em cima: 

"Caro proprietário, a chave do seu carro estava na porta do motorista. Avisei ao senhor que recolhe os carrinhos, travei e entreguei ao fiscal de loja. Deus o abençoe! Fran!!"

O anjo também tem nome: Fran, apenas Fran. Fico imaginando o alívio e a surpresa da distraída Pamela que, não tendo conseguido achar o anjo ali no mercado, também fez uma opção: a de agradecer. Bilhete fotografado, bora postar o agradecimento onde muita gente iria ver. Até quem sabe o anjo Fran. E assim foi. A postagem já teve mais de 3 mil reações até às 12h20 desta quinta, 13 de julho. 

"Deus é bom o tempo todo, o tempo todo Deus é bom!!! Quero aqui agradecer a essa pessoa que não conheço mas hoje foi um anjo pra mim !!! Hoje quando saí do carro no estacionamento do mercado, deixei a chave na porta, e no meio das compras me dei conta que não estava com a chave, que desespero, mas Deus como sempre coloca seus anjos no nosso caminho !!!"

Sim! A bondade, o respeito, o bom senso e a gratidão ainda prevalecem sobre tanta coisa ruim acontecendo e que nos deixam indignados dia após dia. Chega de gente ruim, chega de gente maldosa, chega de gente mal-intencionada. O mundo já tá repleto de gente assim.

Mas se depender de gente como a Pamela e a Fran então, Guarapuava pelo menos 'tá de boas'. 

Aliás, alguém sabe dizer se a Fran já viu o post?

 

 

COMENTÁRIOS



Sobre o Autor

Jonas Laskouski é repórter da RedeSul de Notícias e tem uma visão muito particular sobre o mundo que o rodeia. Neste espaço, o guarapuavano pretende compartilhar sua visão desse mundo cada vez mais imprevisível e que nos surpreende, de maneira positiva e negativa, todos os dias.