14/03/2017 10:03:00

EDUCAÇÃO
Durante reunião, Governo faz novo apelo para que não haja greve dos professores
Rossoni afirmou que as faltas dos servidores (professores e funcionários) que aderirem à paralisação a partir desta quarta (15) serão lançadas


Reunião aconteceu na tarde dessa segunda (13) (Foto: Hedeson Alves/SEED)


Da redação, com assessoria 

Curitiba - O Governo do Estado fez um novo apelo ao sindicato dos professores para que não haja greve na rede pública, conforme já foi anunciado pelos trabalhadores da educação. O pedido foi feito durante reunião na tarde desta segunda feira (13), no Palácio Iguaçu, entre o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, a secretária da Educação, Ana Seres, os 32 chefes dos Núcleos Regionais da Educação e dirigentes sindicais.

Rossoni disse que o Estado não tem como avançar na pauta corporativa e demonstrou o esforço que o Governo está fazendo para valorizar o magistério. "Estamos fazendo todo o esforço para manter as finanças do Estado em equilíbrio, apesar da crise nacional, e pagar os salários em dia, o que os outros Estados não estão conseguindo fazer”, ressaltou.

“São onze milhões de paranaenses que pagam impostos para mantermos a máquina pública e temos que administrar da maneira mais responsável possível", disse Rossoni.

Durante a reunião também foi informado que serão lançadas as faltas dos servidores (professores e funcionários) que aderirem à paralisação a partir do dia 15, quarta feira. “O Governo será irresponsável se assumir compromissos que não podem ser cumpridos. Este é um posicionamento que não vai mudar com a greve”, disse Rossoni. 
 

 

COMENTÁRIOS