14/03/2017 16:10:00

REFLEXÕES
Pra tirar a sujeira do umbigo



(i)

É gozado, mas um fato facilmente constatável. No Brasil, quanto mais um sujeito ascende socialmente mais inculto ele se torna porque aqui, nessa terra de desterrados, os símbolos de status social bastam por si para que os indivíduos sintam-se o último gás da coca.

(ii)

O fato dum indivíduo consumir produtos finos, dele saber degustar bebidas e manjares mil, não significa que ele seja uma pessoa de alta cultura. Sinaliza apenas que ele é um sujeito enjoado que faz do seu entojo uma fantasia tão pífia quanto oca de superioridade. Na maioria das vezes, só isso e olhe lá.

(iii)

Uma certeza superior não é aquela opinião que, tolamente, queremos impor aos nossos pares. Certeza superior é aquela que, após uma longa e silente reflexão, revela-se para nós como um farol que nos guia por entre as brumas das artificiosas opiniões do momento.

(iv)

A grande ilusão infundida pelo culto aos diplomas é que muitíssimas pessoas imaginam que esse papel borrado atesta, de modo irrevogável, que elas tornaram-se conhecedoras plenas da verdade e, de alguma forma, possuidoras da mesma, ao invés de, humildemente, entenderem que elas apenas estão no ponto de partida da longa jornada que poderá levá-las ao encontro da sabedoria.

(v)

Idolatrar o respeito a diversidade de opiniões é enxovalhar o conhecimento da verdade em nome da soberba do erro que vaidosamente se recusa a curvar-se diante da realidade.

COMENTÁRIOS



Sobre o Autor

Cristão católico por confissão, caipira por convicção, professor por ofício, poeta por teimosia, radialista por insistência, palestrante por zoeira, escrevinhador por não ter mais o que fazer e bebedor de café resoluto.