14/12/2016 11:29:00
Você vive um relacionamento tóxico disfarçado de romântico?



Compartilho hoje o texto da minha xará Jô Nunes, porque sinto que este desabafo profundo e visceral pode ajudar no despertar de muitas mulheres. Segue:

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre machismo e opressão, eu quero complementar esses temas com outro que tem tudo a ver, o amor romântico.

Quando a gente conhece alguém, a gente nunca imagina o emaranhado emocional que essa pessoa traz consigo, suas dores, traumas, crenças, valores e o caráter em si, é com o tempo que a coisa toda se revela. No universo dos sonhos amorosos, os "eu te amo demais", "sou completamente apaixonado por você", "sou louco por você", todo esse pacote de declarações, junto a algumas manifestações concretas de paixão, criam uma perigosa cortina de fumaça sobre a realidade.

Esse texto é pra você mulher, que sente um peso no corpo e na alma, mas que continua se relacionando amorosamente com seu parceiro. Esse peso tem razão de ser. Esse peso não está aí à toa. Sinta-o, escute-o, olhe pra isso, você não é obrigada a fazer relacionamento nenhum dar certo. Relacionar-se depende de duas pessoas, quando pesa, é possível que você esteja carregando a parte do outro nas costas, como um fardo que te machuca e te põe pra baixo.

Quando um parceiro diz que te ama loucamente mas te ofende através de palavras e/ou atitudes, ele não te ama, ele nem sequer sabe o que é amor e se mesmo diante desses fatos você fica, você também não sabe.

Tudo bem, estamos aqui pra aprender, pra crescer e evoluir, sentir culpa não adianta nada, despertar sim. Aquele "cara da galera", cheio de amigos, gente boa e queridão, pode ter um comportamento nocivo com você, SÓ com VOCÊ e a paixão pode te fazer silenciar -“Porque eu exporia a pessoa que eu amo? Ele é tão legal! Ele disse tudo isso, mas é louco por mim!” - Ele pede desculpas e diz que só disse tudo aquilo, porque te ama demais, e assim, no silêncio da vida a dois, o jogo perverso do amor romântico vai sendo desenhado.

Não há culpados nesse jogo, ambos são responsáveis.

Talvez, no teu sonho de menina, o príncipe que se põe num abismo de paixão e loucura por você, pareça ser o homem ideal. O amor romântico é assim, funciona na projeção, nada tem a ver com a realidade. Não tem diálogo saudável, troca amorosa, cuidado, respeito, ele é pura infantilidade, apego e sofrimento. Uma parte de nós acredita que amar é sofrer, está tudo explicado nos mitos, arquétipos, vários autores e livros falam sobre isso. Na prática esse padrão de relacionamento só serve pra uma coisa, pra gente aprender que ele não serve.

Se você resolver sair dessa relação abusiva, se prepare, o caminho é árduo. Dói, dói muito! Tem muuuito choro até você conseguir encarar a realidade dos fatos. Quando você começar a emergir desse sonho, você vai ser julgada por alguns mas principalmente pelo seu ex, afinal, as chantagens emocionais serão reforçadas mediante a tua libertação. E aí mulher feliz não pode, porque deve estar "dando pra todo mundo ou pra qualquer um", se ele ficou te devendo e você cobra, você é dinheirista, se você não deu mais moral pra ele, é porque nunca se importou de verdade, se a tua família te apoia, você é mimada, se você tem reconhecimento profissional ele vai dizer que você não é humilde e assim por diante, o famoso assédio moral. Um pouco mais de tudo que você já havia passado antes.

Tudo bem mais uma vez, você sabe quem você é, o quanto se doou, o quanto investiu na relação e quanta estrada esse homem precisa trilhar pra crescer, porque tudo isso aí é dele, diz sobre ele, e já não te pertence mais.

Busque ajuda, peça um colo, acione as amigas, fale com os teus pais, faça terapia, yoga, qualquer coisa que ajude! Fique tranquila e acredite, é hora de ir procurar um amor bem lindo, o melhor de todos, daqueles que você pode se lambuzar da cabeça aos pés com ele sem medo de ser feliz: o amor próprio. Felicidade ninguém dá pra gente, a gente transborda e soma com quem também tem.

Quem sabe um dia ou não necessariamente, nesse novo caminho você encontre alguém que possa te fazer sentir leve, plena e respeitada e aí, quando você menos esperar, pode estar vivendo o amor real, o amor que realmente vale a pena, com um príncipe de verdade.

Jô Nunes

Cantora e mulher (maravilhosa).

 

COMENTÁRIOS



Sobre o Blog

Joelma Baitel será mais um nome que integrará a equipe de blogueiros da Rede Sul de Notícias. Graduada em jornalismo pela UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), tem especialização em filosofia e sociologia pela Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste).

A “Jo”, como é chamada pelos amigos, trabalhou durante 10 anos com comunicação política e recentemente voltou a Guarapuava para dedicar-se num empreendimento com os irmãos Baitel, a Arte Florestal, que é uma loja que mistura móveis de madeira de demolição, decorações alternativas e produtos aromáticos, integrando um clima totalmente zen. “Senti um desejo muito forte de abandonar velhos padrões e mergulhar num projeto essencial no qual acreditamos muito. Escrever no blog será com certeza um grande prazer e algo que irá agregar muito neste momento de aprofundamento interior que escolhi viver”, explicou.

A jornalista que pratica Yoga há 9 anos irá escrever basicamente sobre bem estar, terapias alternativas e física quântica. “Quero compartilhar com os leitores da Rede os meus estudos, um olhar mais simples no encontro de dias mais felizes e ampliar energia positiva, para contribuir no despertar de uma consciência coletiva mais leve e harmônica”, finaliza Jo.





Veja Mais



    Pela Web