16/12/2015 08:03:00

Sem pessimismo, mas estou com medo de 2016!



Não sou pessimista, mas confesso que estou com medo de 2016.

Não é um medo dos nossos desafios cotidianos, mas um medo do que está acontecendo no País, principalmente na economia e na política.

Ulisses Guimarães dizia que: "A política é como as nuvens: você olha está de um jeito e olha de novo, já mudou".

Para me deixar mais tenso, 2016 é um ano de eleições. E pra ficar mais tensa ainda a situação, é a última eleição que permite a reeleição dos prefeitos.

Se somarmos tudo isso, teremos como resultado uma população desprotegida, pasma com o que está vindo à tona, descrente na classe política e que, ainda por cima, vai ter que ir para as urnas eleger os representantes de onde a corrupção inicia: nas cidades.

Mas vamos lá, fora isso, tenho ótimas perspectivas para o ano de 2016.

Vou continuar acordando cedo, trabalhando muito e tendo esperança e poder acreditar novamente que o nosso País, nosso Estado e nossa cidade vão crescer.

E o povo? Bom, o povo... tá esperando!

COMENTÁRIOS