19/03/2017 10:45:00

CARNE FRACA
MPF-PR acompanha investigações em eventual ajuizamento de ações penais
Órgão manifestou-se pela regularidade e necessidade das medidas adotadas e seu amparo legal


(Foto: Ilustrativa)


Da Redação, com assessoria/MPF

Curitiba - O Ministério Público Federal no Paraná (MPF-PR) informa que aguardará a conclusão dos relatórios e análises das diligências realizadas na sexta (17), a partir da deflagração da Operação Carne Fraca, para promover possível oferecimento de denúncia de envolvidos no caso.

A apuração aponta possível prática dos crimes de corrupção passiva, lavagem de ativos e organização criminosa por fiscais agropecuários e agentes de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal, em sua maioria vinculados à Superintendência Federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Paraná (SFA/PR). Também foi verificado pelas autoridades policiais, ao lado da atuação ilícita dos servidores públicos federais, fortes indícios da prática, por empresários, de corrupção ativa e da prática dos delitos contra a saúde pública.

Conforme a representação policial, entre as provas da prática ilícita estão tomadas de depoimentos, afastamento de sigilo fiscal e bancário e monitoramento telefônico. Sobre o cumprimento de mandados de prisão, condução coercitiva e busca e apreensão, o MPF-PR, com atribuição para o caso penal, manifesta-se pela regularidade e necessidade das medidas adotada.

 

COMENTÁRIOS