22/10/2017 14:20:00

VIOLÊNCIA
Cancelado o protesto por um ano da morte brutal de Ana Larissa
Manifestação seria contra a violência de gênero em Guarapuava


Cenas da manifestação realizada em 2016 (Foto: Arquivo/RSN)


Da Redação

Guarapuava – Uma manifestação de familiares e amigos de Ana Larissa Gonçalves protestaria contra a violência de gênero no deck do Parque do Lago, neste domingo (22), às 17h, em Guarapuava. A manifestação foi marcada no dia do primeiro ano da morte da jovem, assassinada pelo ex-companheiro Rafael Uchak, preso na Cadeia Pública de Guarapuava, logo após o crime.

Larissa, 26 anos, morreu por asfixia, mas antes foi agredida e teve traumatismo craniano. O casal teve uma filha. Na semana do feminicídio, o jornalista Mauro Biazi e a família da jovem fizerem um protesto no Parque do Lago, ato que se repetiria neste domingo.

De acordo com a secretária municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Priscila Schran, apesar de ter reduzido os índices de feminicídios nos últimos anos, caindo da 96ª posição para a 373ª no Mapa da Violência Nacional, Guarapuava ainda está entre os 400 municípios que mais registram crimes fatais de gênero, num cenário de cinco mil municípios

 

COMENTÁRIOS