22/10/2015 14:50:00

A bola de cristal e a estranha terceirização do lixo

Tem empresário na região que tem bola de cristal, só pode.

Numa pacata cidade, em tempos recentes, um empresário assumiu de forma EMERGENCIAL a coleta de lixo na cidade, uma vez que o serviço havia sido responsável pelo envio de um prefeito à cadeia.

Muito bem, tudo normal.

Porém, o empresário que assumiu de forma EMERGENCIAL a coleta de lixo fez grandes investimentos na aquisição de caminhões específicos para o trabalho e na contratação de pessoal. Comenta-se que o investimento total chegou a R$ 1.000.000,00 (não são dados oficiais).

Muito bem.

Eis que o pequeno prefeito, da pacata cidade, realizou a licitação e... o empresário que realizou o trabalho de forma EMERGENCIAL, e que havia investido na aquisição de veiculos novos, venceu o processo licitatório.

De duas uma: ou estava certa a contratação definitiva do tal empresário para o serviço, ou o empresário tem bola de cristal que lhe garantiu o retorno do investimento realizado.

Moralidade e legalidade, sempre questionáveis. E onde há fumaça, há fogo.

E o povo? Bom, o povo...

COMENTÁRIOS







WHATSAPP: (42) 9858-6582
Envie flagras, denúncias, avisos e outros.

RedeSul de Notícias - Todos os Direitos Reservados
Permitida a reprodução de reportagens, desde que citada a fonte.

SERVIÇOS

Anuncie Expediente Telefones úteis Sugestões de Pauta Fale Conosco

EDITORIAS

AgroComunidadeCulturaEconomiaEducaçãoEsporte/LazerGeralObituárioPolíticaSaúdeSegurança/Justiça