27/11/2015 08:51:00

Médica que ganhou "mimo" do Adelmo entra em licença maternidade, com o "mimo"



Um amigo meu diria: "Não tem mais salvação".

Há alguns dias trouxe à tona um "mimo" que o prefeito de Prudentópolis, Adelmo Luiz Klosowski, havia dado a uma médica concursada do município. Com esse "mimo", uma gratificação de 80% sobre o salário, os proventos da médica saltaram de cerca de R$ 14 mil para R$ 25 mil, ou seja, uma bonificação de R$ 11 mil por mês.

Muito bem!

Porém, no último dia 16 de novembro, a médica, com o "mimo" concedido pelo prefeito, entrou em licença maternidade por 180 dias. Ou seja, durante seis meses de licença, ela receberá R$ 66 mil de gratificação, sem trabalhar.

Por isso, chego a creditar que NÃO TEM MAIS SALVAÇÃO.

E o povo? Bom, o povo... vai pagar o "mimo" durante a licença da médica.

COMENTÁRIOS







WHATSAPP: (42) 9858-6582
Envie flagras, denúncias, avisos e outros.

RedeSul de Notícias - Todos os Direitos Reservados
Permitida a reprodução de reportagens, desde que citada a fonte.

SERVIÇOS

Anuncie Expediente Telefones úteis Sugestões de Pauta Fale Conosco

EDITORIAS

AgroComunidadeCulturaEconomiaEducaçãoEsporte/LazerGeralObituárioPolíticaSaúdeSegurança/Justiça