30/03/2015 15:31:00

Derrotando gigantes e enterrando fantasmas

Derrotar gigantes e enterrar fantasmas, essas duas frases facilmente poderiam ter sido tiradas de um livro de autoajuda, de uma palestra motivacional ou de um sermão. Afinal, fazendo uma análise ainda que rasa destas palavrinhas percebe-se facilmente que as mesmas são carregadas de um simbolismo muito forte e trazem a ideia de superação, otimismo, desafios e de atingir um objetivo.

No esporte, assim como em tantos outros setores, vitórias e derrotas fazem parte do cotidiano, porém, há algumas vitórias com um quê a mais, vitórias contra gigantes  que são de suma importância, já que além de ter sua relevância dentro das competições ainda trazem uma força moral muito importante.

É o que aconteceu na última quinta feira (27) no Stade de France, em Saint-Denis, onde a seleção brasileira derrotou a francesa pelo placar de 3 a 1. Não que os franceses possam ser considerados como gigantes do futebol, afinal, mesmo tendo um time muito bom, eles ainda estão abaixo de seleções como a Alemanha, Argentina, Holanda entre outras. Contudo, a vitória brasileira foi maiúscula muito mais pelo que representou do que pela qualidade do adversário propriamente dita.

Dunga e seus comandados parecem ter conseguido finalmente enterrar o fantasma de 98, uma das feridas que ainda permaneciam abertas na história de nossa seleção. Desde a derrota na final da Copa do Mundo, já enfrentamos a França outras vezes e apesar do retrospecto positivo dos Le Bleus nos confrontos (inclusive com mais uma vitória e eliminação brasileira em Copas) conseguimos algumas vitórias (a ultima por 3 a 0 em 2013) contudo, nenhuma tão grandiosa quanto a de ontem. Afinal, a vitória veio no solo sagrado francês, o estádio que viu a maior vitória deles e uma de nossas maiores derrotas.

 

Voltando para a nossa região, a vitória grandiosa de um guarapuavano virou o assunto preferido de qualquer rodinha de conversa. Estamos falando é claro de Cézar Lima, que apesar de não praticar nenhum esporte tem levantado a torcida da cidade e sido um dos nomes mais falados no entretenimento nacional.

Dentro da casa mais vigiada do Brasil, o BBB, Cézar fez juntamente com Mariza um dos paredões mais acirrados de todas as edições do reality e venceu a disputa por alguns décimos.

Assim como o guarapuavano, Mariza era uma das mais cotadas para vencer o programa e o paredão da última terça feira (24) foi para muitos a final antecipada do BBB. Com uma vitória tão importante diante de uma das competidoras mais fortes, Cézar reafirma seu papel de favorito a levar 1.5 milhões para casa.

Mesmo com vitórias maiúsculas, a luta continua tanto para Cézar quanto para Dunga. O guarapuavano (como já está habituado) enfrenta nessa terça mais um paredão contra o poeta Adrilles, em busca de uma vaga na final do show. Já Dunga e a seleção devem novamente vencer adversários difíceis na Copa América que vem por ai, para quem sabe recolocar o nome da seleção novamente no seu lugar.

COMENTÁRIOS







Fique por dentro das novidades

RedeSul de Notícias - Todos os Direitos Reservados
Permitida a reprodução de reportagens, desde que citada a fonte.

SERVIÇOS

Anuncie Expediente Telefones úteis Sugestões de Pauta Fale Conosco

EDITORIAS

AgroComunidadeCulturaEconomiaEducaçãoEsporte/LazerGeralObituárioPolíticaSaúdeSegurança/Justiça