31/07/2017 11:15:00

VIOLÊNCIA
Traficantes deixam usuário de crack em cárcere privado no Morro Alto
Homem conseguiu fugir e acionar a Polícia Militar


(Foto: Ilustrativa/Arquivo)


Da Redação

Guarapuava - Um usuário de crack passou por horas de tensão nas mãos de traficantes entre a noite de sábado (29) e a madrugada de domingo (30) no bairro Morro Alto, em Guarapuava. Ele ficou em cárcere privado, dentro de uma casa, por cerca de três horas. Os traficantes queriam o seu carro como penhor pelas drogas.

Por volta das 3h30 desse domingo (30), segundo ele, conseguiu fugir e encontrou uma equipe da Polícia Militar em patrulhamento na Avenida Castelo Branco. Ele contou aos policiais que foi até a residência, que é um conhecido ponto de venda de crack, adquiriu duas pedras e as consumiu no local. Em determinado momento, dois traficantes que também estavam na casa, pediram que ele deixasse seu carro empenhorado. Porém, ele se negou e foi iniciada uma série de agressões e, segundo ele, a todo momento diziam que o matariam, tomando as chaves do veículo, seu RG e dinheiro.

Ele contou que viu um adolescente sair por várias vezes com o seu carro e que ficou trancado dentro da residência por cerca de três horas. Em uma das vezes que o menor saiu com o seu veículo, o morador da casa o deixou sair, e foi quando encontrou a equipe policial em patrulhamento.

Os policiais foram até o endereço e encontraram o veículo Fiat Palio em frente à casa. Dentro da residência, foram abordados o morador, de 21 anos, um adolescente, de 15 anos, uma adolescente, de 17 anos, uma mulher, de 18 anos, e uma criança de 11 meses. Durante as buscas no interior da casa, dentro de uma bolsa preta, os PMs localizaram 22 pedras de crack e sete buchas de maconha. Em cima de um guarda roupas, foi localizada uma balança de precisão e uma caixa contendo dinheiro trocado, típico da venda de drogas. Ainda dentro da residência foram localizados vários objetos os quais o morador não soube repassar a procedência, sendo um aparelho celular Moto G3, dois aparelhos celulares da marca Blu, um tablet sem marca aparente, um aparelho de som da marca Panasonic 3 em 1, uma bicicleta marca Sundown 18 marchas, uma bicicleta da marca Status, uma roçadeira da marca Arno, uma carteira com uma CNH e a chave do veículo Fiat Palio da vítima.

O Conselho Tutelar foi acionado e encaminhou a criança de 11 meses até sua avó materna. As demais pessoas que estavam na casa foram encaminhadas até a 14ª SDP.

COMENTÁRIOS