Os desafios enfrentados pela maior crise de saúde mundial inverteram muitos papéis. Empresários, diretores, professores se colocaram como aprendizes. E uma das lições recebidas mostrou que a economia mundial já dava sinais do fim do ciclo de crescimento.

Entretanto, alguns empresários de visão sabiam que ampliar os negócios em tempo de crise poderia ser algo interessante. Tipo ‘pegar um limão e fazer uma limonada’.

E justamente essa é a principal lição catalisada pelo empresário Silverio Antonio Simon, do Complexo de Ensino Lobo. Além de encontrar formas para manter os professores trabalhando, sem necessidade de dispensa, ele ainda percebeu uma oportunidade. Repaginou e transferiu a estrutura física para outro endereço. A antiga estrutura distribuída em 1,7 mil metros quadrados saltou para mais de nove mil metros quadrados.

Todavia, antes houve a necessidade de reinventar o sistema de ensino. Assim, o tradicional modelo presencial, deu lugar para as aulas on-line.

(Foto: Colégio Lobo)

Buscamos um trabalho de resultados, de valorização e todos se desdobraram. O professor (a) virou artista em frente as câmeras.

Entretanto, o Colégio viu muitos alunos deixarem as aulas, principalmente as turmas de educação infantil. O isolamento social, porém, se aliou à crise econômica social agravada com o fechamento impositivo do comércio, e pais tiveram perdas financeiras. Assim sendo, muitos alunos migraram para escolas públicas. “Procuramos entender os pais, esclarecer as dúvidas, tanto sobre a parte pedagógica quanto financeira”.

Contudo, para impedir a evasão de alunos, o Lobo tomou uma decisão inédita. “Mantivemos o valor da mensalidade e ainda demos um bônus. É o nosso reconhecimento aquele pai que enfrentou essa situação conosco.”

PROGRAMA BILÍNGUE DERRUBA FRONTEIRAS

Com mais de mil alunos distribuídos em seis unidades do Colégio, o Lobo abriu o leque. Hoje são ofertadas turmas desde a educação infantil ao pré-vestibular.

De acordo com Silvério, o colégio que nasceu em Guarapuava hoje está presente também em Ponta Grossa e Irati. Somente na ‘Terra do Lobo Bravo’ são quatro unidades.

Assim, o Lobo Kids se incorporou ao Lobo e oferece a possibilidade do aluno permanecer na escola em tempo integral. “Oferecemos cinco refeições ao dia e um carga horária das 7h às 18h30”.

Conforme Silverio, a imersão numa segunda língua, no caso o inglês, começa já a partir da educação infantil, passando pelo fundamental 1 e em 2021 a inclusão no sexto ano. “A nossa escola bilíngue prepara os alunos para serem cidadãos do mundo”.

LUGAR ESPECIAL, ENSINO DE EXCELÊNCIA

Quem mora em Guarapuava há tempos sabe muito bem onde era a antiga estrutura do Gelinski. Pois é bem ali, na Rua Quintino Bocaiúva, 2179, que uma das mais tradicionais lojas da cidades deu lugar ao Colégio Lobo.

Já na entrada é possível a transformação. O ambiente moderno, amplo, permite espaços ímpares aos alunos. São salas de aulas personalizadas conforme a faixa etária; espaço administrativo; salas de apoio; biblioteca, laboratório.

Já na entrada, no lado direito, um parque infantil chama a atenção pelas cores. O mesmo se repete na parte externa. Há também salas de judô, balé, área de convivência, auditório e ginásio de esportes. “A maioria das  72 salas de aulas têm ar condicionado e multimídia”.

Entretanto, o que chama a atenção são os cuidados com a segurança. Assim o embarque e desembarque dos alunos ocorrem em mão dupla, na área interna e com cobertura. Há 62 vagas no estacionamento.

Com padrão de ensino similar ao das melhores escolas, o ambiente de excelência permite a ampliação de horizontes. E isso pode ser comprovado pelo índice de aprovação no curso de medicina. Um dos mais concorridos nas universidade onde é ofertado.

Preparamos nossos vestibulandos no Lobo Med e nas outras unidades do complexo Lobo. E comemoramos o índice de cerca de 100% de aprovação, inclusive em medicina. Muitos dos nossos alunos prestam o vestibular em mais de uma universidade e são aprovadas em todas.

Facebook

Telefone: (42) 3626-2626

Rua Saldanha Marinho – Centro, Guarapuava