A ciranda das mulheres sábias

Muito tem se falado em Sagrado Feminino e o poder deste despertar (em homens e mulheres) para um mundo aonde a consciência amorosa predomine. Nesse campo, a autora Clarissa Pinkola tem se destacado clamando para que as geradoras de vida retomem o seu instinto selvagem. Li ontem este texto lindo e resolvi partilhar parte dele. Que chegue a quem precisa!

Beijos.

JO

Desde sempre esteve esperando por você na sua floresta interior, uma mulher, a maior das maiores, sentada à beira da maior das maiores fogueiras. Apesar de você atravessar a escuridão esmagadora para criar diamantes, ou o deserto que a priva de tudo mas que a sustenta com sua água oculta, apesar de ter de se desviar ao chegar ao rio para ser transportada por sobre as corredeiras por mãos invisíveis… apesar de toda e qualquer luta… aquela mulher, a maior das maiores, em pleno espírito, está à sua espera, enviando pacientemente mensagens pelo sistema de raízes da sua psique de todos os modos possíveis.

Esse é o trabalho dela, o maior dos maiores. E o maior dos maiores trabalhos que cabem a você é encontrá-la e mantê-la para sempre.

Há quem diga que bênçãos são apenas palavras. Mas, minha filha, tendo em vista sua esperança, sua capacidade para amar, seu anseio pela alma e pelo espírito, sua carga criativa, seu interesse e fascínio por viver a vida plenamente, essa bênção para você não é só palavras. Digo-lhe que esta bênção é profecia.

Quando uma pessoa vive de verdade, todos os outros também vivem.

Táncoló Nagymamák

A Ciranda das Mulheres Sábias

A SABEDORIA DA NOVA VIDA

LAS ABUELITAS: AS VOVOZINHAS

Comentários