Eleições: gratidão em meio ao caos

Já me estressei, me decepcionei, discuti, descobri sombras que não imaginava em outras pessoas e em mim mesma. Já entendi também que as decisões estão tomadas e dificilmente irão mudar, independente dos argumentos, porque são feitas com base em uma construção muito antiga, por vezes até subconsciente, na formação pessoal, com experiências de vida e pela forma como cada um olha para o todo. E quem é que pode dizer que tem capacidade de julgar isso?

O que me parece é que as eleições nos tiraram da zona de conforto e expuseram toda a bagunça das gavetas, inclusive das relações. Faxina realmente cansa, ainda mais num país como o nosso com tanta coisa para organizar!

Mas o caos foi necessário. Sou muito grata por ter visto situações tão claramente, que talvez de outra forma não conseguiria. Gratidão também pelas perdas e ganhos no sentido da afinidade, que só conseguimos conquistar em meio às diferenças.

Agora o que escolho é preservar a minha paz e a lei de atração se encarrega do resto. Quando a gente sente que já fez tudo o que poderia e ainda assim precisa de mais forças, entrega para o divino resolver.

Tudo está certo, seja lá o que for.

Bom dia e ótima semana de amor e respeito!

Até breve.

Jo.

Comentários