Enfim, as férias! Enfim, a volta às aulas!

Escola? Nem pensar!

Finalmente, as tão esperadas férias. Enfim, a volta às aulas! Vivemos assim nesse vai-e-vem.

Quando as férias chegam eu simplesmente adoro. A única coisa ruim é que com o passar dos dias tudo se torna entediante: ficar em casa sem poder sair é chato. Aliás, a minha mãe até me faz de diarista: vá arrumar as tuas roupas, vá arrumar o teu quarto, arrume a bagunça do teu armário. E depois de trabalhar tanto, ela sempre fala: “ faltou arrumar isso, faltou erguer aquilo”.

Não vejo a hora das férias acabarem, mas quando as aulas vão chegando, a única coisa divertida é comprar o material escolar. Tudo fofo, perfeito, do meu jeitinho. Até meu irmão pegar e estragar a maioria deles.

Aí chega o primeiro dia de aula. Lá vou eu toda arrumadinha. Mas do que adianta? Vão me assim somente no primeiro dia, pois no resto do ano, lá vou eu, com a cara amassada de tanto sono, olheiras e corro o risco até de cochilar na aula de matemática.

Enfim! Vamos lá começar tudo de novo. E um dia antes do Dia D, não sei como dizer à minha mãe, pois durante as férias, perdi meu uniforme, desaprendi até como escrever, acho eu. E aí vem o dilema: não quero reprovar, tenho que correr atrás para ser alguém na vida. Não é assim que dizem? “Estuda, menina, se quer ser alguém na vida.

E o que penso de tudo isso? Neste momento acho que realmente ir à escola é um saco! Que venham as férias!

Comentários