Enquanto isso, no Reino de Santa Cruz…

Novas notícias deste Reino fantasioso  muito mais próximo de nós do que supunham os incrédulos.

O Rei Twitter à Beça agora deseja ser chamado de Rei Parler I, o Mito. Já se vão quase dois anos de reinado e ele, que durante toda sua vida fez parte da Câmara dos Comuns, ainda não aprendeu a reinar. Ele insiste em seguir a cartilha que ele mesmo escreveu enquanto era Membro do Parlamento. Neste guia o importante é falar o que se quer sem se preocupar com as repercussões que uma simples frase pode gerar. E ele fala, fala e fala. O pior de tudo é que ele permite que os príncipes Moe, Larry e Curly falem também. Por conta disto ele praticamente não consegue governar. Ele, pelo menos, tem o mérito de haver montado uma equipe bastante técnica para ajudá-lo a reinar, todavia, quando algum deles discorda muito ou aparenta ter mais popularidade que ele, logo vai para a frigideira e é defenestrado do governo. Lamentavelmente para a população, que vêm sofrendo com todo tipo de Rei e Rainha possível ao longo dos anos, em Santa Cruz vale o ditado “ruim com ele, pior sem ele”. Lá os reis são eleitos pelo povo e o costume não é votar no melhor candidato (simplesmente porque eles não existem) e sim escolher o menos ruim naquela eleição. Daqui a dois anos haverá novo pleito e torceremos para que surjam novos nomes para que eles escolham um rei (ou rainha) que acabe com esta ridícula guerra de trincheiras que vem provocando a imbecilidade galopante dos extremos.

O esporte principal atualmente é falar (mal) do Rei Parler I. E, apesar de considerarem o rei um fascista, em Santa Cruz isto é permitido e até mesmo incentivado nos diversos órgãos de comunicação que existem. Aliás, a liberdade de expressão é algo muito valioso lá. Pode-se falar mal de todo mundo (inclusive desejar a morte de alguém) que você quiser, desde que “todo mundo” não seja daquele colegiado de magistrados chefiado, por enquanto, por aquele que nunca foi juiz de carreira, Dom Anos Toffee. Se olhar diferente para eles, imediatamente chega uma ordem para recolher e matar todos os seus pombos-correio e você não poderá mais emitir suas ideias.

A liberdade de opinião é tanta que o arauto atual da Turma da Bandeira Vermelha é um jovem energúmeno conhecido como Phílippos Bisneto, que logra falar mais imbecilidades ainda que o Rei. A maioria dos adultos com mais de dois neurônios sequer pestanejam antes de deletar qualquer fala deste incauto influencer. Este fato não impediu de que um ministro da mais alta corte, o Dom Terrenoso, de convidar tão espúria subcelebridade para um debate político sobre notícias falsas. O grande perigo que reside em um magistrado dar palanque para uma criatura que solicita publicamente que lhe “lambam o ânus” ou que incentive um jogo chamado “Casa, Mata ou Trepa” é que cerca de 40 milhões de adolescentes e crianças escutam diuturnamente este ignóbil ser.

Lamentável…

Comentários