Estamos criando asas

Asas abertas (Foto: Pixabay)

O Paraná decola e Guarapuava vai junto. Se tanto o estado quanto o município ficaram num voo raso nos últimos anos, agora é hora de alcançar as alturas. Assim, nesta terça (22) o governador Carlos Massa Ratinho Júnior inaugurou o programa Voe Paraná. O voo 5545 partiu às 12h15 com destino à Guaíra, na região Oeste. O 5555 foi para União da Vitória, no extremo sul do Paraná. Antes disso, uma aeronave saiu de Campo Mourão, no Centro-Oeste, rumo à capital.

Porém, outros seis deslocamentos, com partidas também de Francisco Beltrão e Paranaguá, marcaram o primeiro dia do programa no aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Dessa forma, o Governo diz que coloca o Paraná num novo patamar, ao ter agora o maior programa de aviação regional do País. Conforme as informações, a coordenação é da companhia aérea Gol, em parceria com a empresa Two Flex.

Porém, se Guarapuava ficou para a segunda etapa do Voe Paraná, o prefeito Cesar Silvestri Filho, anunciou nessa segunda (21), a entrada do município na rota da Azul Linhas Aéreas. Assim, a espera que durou anos, que movimentou lideranças políticas e empresariais, e que despertou o pessimismo de quem sempre torce contra, enfim, acabou. Guarapuava vai voar.

NA MÃO

Afinal, a partir de 7 de dezembro as passagens já estarão à venda para o voo direto entre Guarapuava e o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Inicialmente, a operação será com um voo semanal aos sábados. Porém, logo após a certificação do ‘Tancredo Tomas de Faria’ para que possa operar por instrumentos, a expectativa da Azul é empolgante. A empresa quer ampliar sua oferta  para cinco operações semanais na cidade dentro de um prazo de 90 dias após essa homologação.

Assim, além de encurtar distâncias pela questão do tempo, os voos, de um modo geral, conectarão Guarapuava e outras cidades do interior com o mundo. E como venho dizendo há tempos, Guarapuava vive um ‘boom’ e marca o seu protagonismo num Paraná que alavanca o desenvolvimento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Comentários