O que levar em consideração antes da Compra de um terreno?

Diante da grande oferta de terrenos e imóveis urbanos, muitos acabam caindo em armadilhas e situações que geram altos custos financeiros.

Antes de realizar a compra de um terreno é importante que o adquirente, preste muita atenção a detalhes que podem ser cruciais no momento da construção de seu imóvel. Para que o sonho do imóvel próprio não se torne um pesadelo e gere dor de cabeça.

O primeiro fator a ser analisado durante o processo de compra, são as questões tributárias, ou seja, verificar se o imóvel não possui dívidas prefeitura Municipal, pois possuindo, não será possível a transferência do bem para o nome do adquirente.

É muito importante verificar a existência de rede pública de água potável e energia elétrica e esgoto, que parece ser uma coisa simples, mas muitas vezes após a aquisição do imóvel, o adquirente se depara com a impossibilidade de ligação de água e energia e esgoto, devido à inexistência do serviço no local. Muitas vezes para ter o serviço disponível o proprietário é obrigado a arcar com os custos da infraestrutura e um terreno que aparentava ter um custo de aquisição atrativo, acaba custando bem mais caro do que se imaginava inicialmente.

Outro ponto a ser analisado é se o área do terreno é compatível com a construção que se pretende, já que existem situações, como recuo frontal (distância da calçada até o início da construção), recuo lateral mínimo para colação de janelas, taxas de permeabilidade do solo e servidão de passagem. Todas essas informações podem ser facilmente conseguidas mediante consulta prévia na prefeitura do seu município, recolhendo uma taxa que não possui custo muito elevado.

A pavimentação da via, também possui grande relevância quando se fala em valorização do imóvel construído, já que imóveis construídos em via sem pavimentação asfáltica possuem menor valor de mercado em relação a uma via bem pavimentada.

 A topografia do terreno é muito relevante no momento da aquisição, pois terrenos muito elevados ou abaixo do nível da via, podem ter altos custos de corte ou aterro, tecnicamente conhecido como terraplanagem, além disso áreas em locais muito baixos são suscetíveis a alagamentos, conforme topografia da região. Via de regra, terrenos que necessitam de algum trabalho de terraplenagem, são ofertados por menor valor, mas o que se deixa de investir no terreno é gasto no nivelamento, seja corte ou aterro.

Atenção redobrada deve existir em terrenos de áreas de preservação ambiental, ou próximas a rios e córregos, essas áreas podem possuir restrições ou impossibilidade de construção, situação que deve ser consultada na prefeitura do município.

A medição do imóvel antes da sua compra é de grande valia e pode ser feita de forma simples, com uma trena ou outro instrumento de medição, já que existem casos que a medida constante na matrícula não condiz com a realidade, devido a invasão parcial do terreno por vizinhos ou sobreposição de áreas.

A distância até o trabalho, infraestrutura de creches e escolas, além de pontos comerciais como farmácias, supermercados, academias, dentre outros deve analisada no momento da aquisição.

Com essas informações muitas preocupações podem ser evitadas, adquirindo um terreno que possua características que atendam aos anseios do comprador, que na maior parte das vezes está realizando o sonho do imóvel próprio. Longe de ser o artigo mais completo sobre o assunto, foi elaborado com o intuito de ajudar quem por ventura precisa das informações aqui expostas.

Caso ainda fique alguma dúvida sobre o assunto, fico à disposição para tentar sanar.

Comentários