Respirar além da dor do vazio existencial

Cada vez que recebo uma notícia de quem não suportou a dor da depressão, reforço o sentimento de que estamos como sociedade desconectados na nossa natureza essencial. A vida é mais do que os sorrisos, viagens e céus eternamente ensolarados das redes sociais.

Para cada ser humano que pisa neste planeta existem momentos de angústia, sim; vazios existenciais que parecem buracos negros e que precisam ser olhados bem de frente, e que pra isso não existe exceção à regra, uma hora ou outra, em medidas mais ou menos intensas, todos vão acabar se deparando com instantes de desamparo de si mesmos.

A verdade é que precisamos desmistificar a vida perfeita que aumenta ainda mais o senso de inadequação de quem já está se sentindo sem nenhum pertencimento e descolado do todo. E saber que se pode pedir ajuda, falar sem vergonha do que sente, receber apoio profissional, colo da família, abraço de amigos e, ainda assim, nada disso ser suficiente para recompor tamanha falta de sentido em tudo.

A vida é cíclica, então é necessário ter paciência de respirar mais algumas horas e esperar a tempestade passar, sem alimentar um tsunami sem solução. E pra quem não conseguiu sobreviver naufragando nesse mar de dor, pedimos luz para que se encaminhe para um espaço em que encontre paz, e que seu exemplo sirva para que outros sobreviventes sejam resgatados com muita compaixão.

Ninguém tem obrigação nenhuma de estar bem sempre. Esse reconhecimento é muito importante. Felicidade é caminho e evolução é processo.

Força para todos!

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com