Cesta básica de Guarapuava é uma das mais caras do PR

Levantamento aponta aumento de 6,44% em abril

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Uma pesquisa do Núcleo de Estudos e Práticas Econômicas (Nepe) do Departamento de Economia da Unicentro constatou que a cesta básica em Guarapuava é uma das mais caras do interior do Estado. O valor da cesta, composta por 13 itens, incluindo cereais, pão, legumes, frutas, laticínios, carnes e óleo foi de R$ 382,07.

O valor representa um de 6,44% em relação ao mês de março. A pesquisa apresenta a evolução do valor da cesta básica no período de janeiro a agosto de 2019. De acordo com Eric Souza Pechebela, extensionista do Nepe/Decon/Unicentro, o aumento do valor da cesta básica de alimentos de Guarapuava, foi causado principalmente, devido ao aumento dos preços dos produtos derivado do leite (+23,41%), da batata (+30,26%), da banana (+12,32%) e do pão (+17,80%).

A professora Luci Nychai do Nepe/Decon/Unicentro, o feijão preto tipo 1, que vinha sendo o vilão da cesta básica nos primeiros meses do ano, apresentou uma queda de -16,35% devido a entrada da segunda safra que se iniciou em abril. Os itens que apresentaram maior inflação de preços, são produtos sazonais e suscetíveis ao comportamento do clima, afetando a oferta e consequentemente os preços.

A análise concluiu ainda que em abril, o salário mínimo necessário para fazer frente às necessidades de gastos com mensais de vestuário, despesas pessoais, educação, transporte, habitação, comunicação, saúde, cuidados pessoais e artigos de residência foi de R$ 3.587,85.

O estudo informou ainda que o valor da cesta básica absorveu 38,28% do salário mínimo. Desta forma, o trabalhador precisou de mais de 84 horas de trabalho para custear o valor. Lucy explicou que “considerando o valor da Cesta Básica de abril/2019 (R$ 382,07), Guarapuava é uma das cidades mais caras do interior do Paraná, ficando atrás, somente, de Ponta Grossa (R$ 510,20), Londrina (R$ 399,51) e Francisco Beltrão (R$ 382,32). A cidade do interior do Paraná com o valor da cesta básica mais barata em abril/2019 foi Maringá (R$ 349,15)”.

Relacionadas

NOVO CAGED

Guarapuava tem saldo de empregos positivo pelo 5º mês consecutivo

MELHORIA NO ATENDIMENTO

Para vender mais é preciso ter atitude, diz palestrante

PRODUTIVIDADE

Após melhorias, Portos do Paraná alcançam quase 100% de ocupação

Comentários