Cida afirma que Expogua é referência para o Brasil

Governadora participou do último dia da exposição-feira, em Guarapuava

Governadora na Expogua (Foto: Divulgação)

A governadora Cida Borghetti  (PP) disse em Guarapuava que a  Exposição Feira Agropecuária e Industrial de Guarapuava  (Expogua) já se consolida como ambiente de negócios, além de espaço importante para a troca de informações e de novas tecnologias.  A governadora esteve na cidade no domingo (12), de pois de prestigiar também a Festa Nacional do Feijão Preto, em Prudentópolis.

“A Expoguá é uma vitrine de todo o potencial do Paraná. Hoje, as feiras paranaenses são reconhecidas no país pela organização e apresentação de tecnologias que podem incrementar as produções”, disse Cida.

Mais de 100 mil pessoas passaram no Parque de Exposições Lacerda Werneck na feira organizada pela Sociedade Rural de Guarapuava e Sindicato Rural. As feiras, segundo Cida Borghetti, têm se tornado referência para o país em eventos agropecuários.

A governadora citou ainda o peso do Estado no cenário nacional. “O Paraná é o primeiro estado do Brasil em produtividade, o segundo maior produtor de grãos e o principal produtor de carnes. Além disso, tem ganhado espaço importantes nas exportações. Os produtores rurais merecem nosso reconhecimento e apoio”, afirmou.

O presidente do Sindicato Rural, Rodolfo Botelho, disse que Guarapuava é a maior produtora de cevada do Brasil e líder na América Latina e, também, ocupa a segunda posição mundial na produção de malte. Além disso, a cidade abriga o único rebanho da raça Angus do país com selo de certificação da Associação Brasileira de Angus. “A região de Guarapuava tem uma atividade agrícola muito diversificada com culturas de grãos, cereais, pecuária de corte de alta qualidade, reflorestamento e agroindústrias. Isso demonstra a força e a pujança do setor no Paraná”, afirmou Botelho.

O presidente da Sociedade Rural de Guarapuava, ressaltou o apoio do Estado para a diversificação da atividade na região com a recente autorização do curso de Medicina Veterinária na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).  “O Estado é um grande parceiro dos produtores paranaenses, sempre com ações importantes para o desenvolvimento do agronegócio. A criação do curso de Medicina Veterinária foi fundamental para planejarmos os próximos passos do setor”.

Relacionadas

SABORES DA CASA

Site Compre do Produtor agora também conta com venda de cervejas artesanais

BRUCELOSE E TUBERCULOSE

Adapar indica que 25 animais estão doentes em Guarapuava e PG

MELHORIAS NO CAMPO

Pavimentação em estradas rurais facilita a vida no interior de Goioxim

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com