Comandante do 26º GAC lamenta morte do coronel Zanin

Guarapuava – O comandante do 26º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) de Guarapuava, tenente-coronel César Augusto Rosa de Araújo, se manifestou sobre o falecimento do coronel João Eliseu Souza Zanin, falecido no terremoto ocorrido no Haiti. Zanin fazia parte do Exército Brasileiro que atuava no país.

“Ele era um profissional exemplar, muito bom e muito competente. Trata-se de uma perda para o Exército”, lamentou. Os dois foram contemporâneos na escola da formação militar.

Carreira

Zanin esteve em Guarapuava nos anos de 1999 e 2000 e exerceu a função de subcomandante no 26º GAC. O coronel atuou ainda como comandante do 15º GAC, localizado na Lapa, e por último atuava no gabinete do Exército Brasileiro em Brasília. Ele foi o 19º oficial brasileiro falecido no Haiti

A morte de Zanin foi confirmada oficialmente ontem, dia 18. “O Comando do Exército lamenta informar a identificação do corpo do Coronel JOÃO ELISEU SOUZA ZANIN que se encontrava na situação desaparecido na cidade de Porto Príncipe, desde o dia 12 de janeiro, em razão do trágico terremoto ocorrido. O Coronel ZANIN, que servia no Gabinete do Comandante do Exército, encontrava-se no Haiti participando de reuniões de coordenação de pessoal”, afirmou o Exército Brasileiro em nota oficial.

Foto: Zanin (à esquerda) trabalhou no 26º GAC, em Guarapuava (crédito: www.anvfeb.com.br)

Relacionadas

BOLETIM COVID

HSV confirma 90% de ocupação de leitos de UTI privados da covid-19

SONHO DA CASA PRÓPRIA

Interessados em casas da Cohapar têm até dia 24 para se inscrever

ENSINO SUPERIOR

Vestibular da Unicentro segue com inscrições abertas até 4 de fevereiro

Comentários