Gestão de resíduos sólidos feita em Bituruna é exemplo para o PR

O programa Jogando Limpo integra as ações da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e promove a gestão de resíduos sólidos na cidade

A gestão dos resíduos feita de maneira correta traz diversos benefícios à comunidade (Foto: Ascom/Prefeitura de Bituruna)

Na última semana, ocorreu em Curitiba a audiência pública “Lixo Zero: Compostagem”, promovida na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Assim, na ocasião foi debatido sobre a importância da compostagem para o meio ambiente e formas de reduzir a produção de lixo, aliando o trabalho do poder público e população.

A audiência reuniu técnicos do Paraná, São Paulo e Santa Catarina e o diretor de Meio Ambiente de Bituruna, Fábio Cró, apresentou o que está sendo desenvolvido no município. Assim, exemplo para o Paraná, o programa biturunense Jogando Limpo integra as ações da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, e promove a gestão dos resíduos sólidos.

“O projeto é simples, de baixo custo e conta com participação da população. Além da Associação de Catadores de Recicláveis São João. O lixo seco e úmido é separado nas casas e a coleta é feita diariamente. O lixo seco é separado e vendido para reciclagem. Já o úmido passa por uma triagem, onde o lixo orgânico é transformado em composto orgânico [adubo] e o rejeito é enviado para o aterro”, explica.

Contudo, o Jogando Limpo vai além da separação dos resíduos, ele também é uma forma de gerar renda às famílias associadas. Além disso, pretende promover a conscientização ambiental da população afim de transformar Bituruna numa cidade sustentável e ambientalmente correta.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TURISMO

Um paraíso no litoral paranaense chamado Ilha do Mel

ÚLTIMO DIA

Prazo para se inscrever no Sisu termina hoje (26)

PRAZO

Novas placas de veículos serão obrigatórias a partir de 31 de janeiro

Comentários