Música e solidariedade se traduzem em cinco toneladas de alimentos

O cantor e empresário Celso Costa fez a maior 'live' de Guarapuava e arrecadou mais de cinco toneladas de alimentos para músicos, garçons e seguranças

Música e solidariedade se traduziram em cinco toneladas de alimentos durante live de Celso Costa (Foto: Celso Costa)

A preocupação com músicos, garçons, seguranças que trabalham à noite se transformou numa ‘live’, a mais acessada até agora feita em Guarapuava. Perto de 11 mil acessos no perfil do Facebook foram contabilizados.

Assim, na noite de 24 de abril, o empresário e cantor Celso Costa, um dos mais tradicionais de Guarapuava e Região, atraiu legião de fãs em nível internacional. O resultado, segundo ele, não poderia ter sido melhor. “Arrecadamos mais de cinco mil quilos de alimentos”.

Conforme Celso Costa, a ideia surgiu de uma conversa entre amigos. “O Nego Silvio chegou e disse que muitas pessoas que trabalham na noite estão passando dificuldades. São nossos amigos e decidimos fazer uma live para arrecadar alimentos. Juntou eu, o Maurício Calaça [Sensassom], o Nego Silvio, o Marcio Karpinski,  DJ Marcelinho, minha esposa Mara, minhas filhas e meu genro”.

Cantor conhecido pela sua simplicidade, mas acima de tudo, pelo seu talento, Celso Costa chamou o ‘Baguá’ , um dos maiores baixistas da cidade, e o gaiteiro Dionisio. “Como não pode ter muita gente ficamos só nós três, no KM”, bar que fica perto do Cedeteg.

“SOU UMA PESSOA SIMPLES”

De acordo com Celso Costa tão logo começou a cantar, pessoas de vários estados brasileiros, chegaram junto. Afinal, a música desconhece fronteiras. Pedidos de músicas se misturaram às doações. Em alguns momentos, a emoção tomou conta e o cantor não poupou as lágrimas.

Tivemos participação de pessoas do Paraguai, da Argentina, dos Estados Unidos. Eu não sabia que em cada cantinho deste mundão tem alguém que me conhece. Mas sou uma pessoa simples, pé no chão.

Entre uma música e outra do repertório eclético do cantor e empresário, as doações não pararam de chegar. Organizadas em cestas básicas, a distribuição começou a ser foi feita nessa quarta (29). “Fizemos uma lista das pessoas que sabemos que estão precisando. Durante a entrega vi um segurança receber a cesta básica chorando porque não está podendo trabalhar”.

Celso Costa entregando uma cesta básica no Jardim das Américas (Foto: Celso Costa)

Conforme Celso Costa, as pessoas estão passando fome porque estão sem renda. “Estamos indo por todos os cantos da cidade. As pessoas estão nos pedindo e estamos atendendo”.

Com o sucesso dessa iniciativa, outra ‘live’ já está sendo organizada.

(Imagem: Celso Costa)

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

 

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Abertas as inscrições para bolsas de Inclusão Social na Unicentro

PRESERVAÇÃO

Paraná é o Estado que tem maior remanescente da Mata Atlântica

AMOR E ATITUDE

Quatro mil famílias de Guarapuava e Pinhão recebem alimentos do MST

Comentários