Paraná está pronto para começar a vacinação, assegura o governador

Ainda nesta quarta, o avião que buscará dois milhões de doses da vacina decola rumo a Índia, segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Paraná está pronto para começar a vacinação, assegura o governador (Foto: AEN)

O governador Carlos Massa Ratinho Junior voltou a dizer que o Paraná está pronto para a vacinação contra a covid-19. Ele vistoriou nesta quarta (12) o estoque dos insumos secos que o Paraná já tem disponível. São agulhas, seringas, máscaras, luvas, aventais e algodão, entre outros itens, que estão centralizados em dois pontos principais em Curitiba: o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e o Ginásio de Esportes do Tarumã.

Apenas entre agulhas e seringas, o Estado conta atualmente com 11 milhões de unidades em estoque. Entretanto, essa quantidade vai saltar para 27 milhões nos próximos. Conforme o governo, outros mais 16 milhões, estão em fase final de compra. O material garante as duas doses de vacinação de toda a população do Estado.

“Estamos prontos. Temos agulhas, seringas, mais de 1.800 pontos de vacinação. Conforme o governador, a logística para a distribuição aos municípios está pronta.  Entretanto, ainda não há data prevista para começar a imunização. Todavia, o ministro da Saúde disse hoje em Manaus que será em janeiro.

AVIÃO VAI BUSCAR NA ÍNDIA

Ainda nesta quarta, o avião que buscará dois milhões de doses da vacina decola rumo a Índia. Conforme o ministro, a aeronave vai buscar as doses produzidas pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca. Segundo o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, o imunizante deve chegar no Brasil no sábado (16). Portanto, um dia antes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidir se aprova ou não o uso emergencial das doses importadas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CORONAVAC

Vacinas já chegaram em todos os municípios do Paraná

SOLIDARIEDADE

Bebê precisa de medicamento que custa R$ 12 milhões

ALERTA

Procon alerta sobre perigo de kit 'fake' de vacina contra a covid-19

Comentários