PM registra cinco casos de violência doméstica em Guarapuava

As ocorrências de violência doméstica aconteceram em vários bairros entre o fim da tarde do domingo e o começo desta segunda (8). Duas pessoas foram presas

PM registra cinco casos de violência doméstica em Guarapuava (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Polícia Militar atendeu cinco ocorrências de lesão corporal e violência doméstica nas últimas horas em Guarapuava. A primeira foi registrada por volta das 17h15 desse domingo (7), em uma fazenda no Distrito do Guará. Uma mulher de 27 anos, relatou que na sexta (5) discutiu com o marido.

Conforme relato da vítima, durante a briga o homem deu um soco no olho esquerdo da mulher , causando um hematoma. Após a agressão, a mulher saiu de casa e foi para a residência de uma amiga, onde permaneceu até esse domingo, quando um irmão a buscou e a encaminhou para atendimento médico.

Por fim, a mulher não soube dizer onde o agressor se encontrava no momento, mas disse que vai tomar providências posteriormente.

INDUSTRIAL

Nesse domingo (7) por volta das 21h16, uma mulher de 25 anos foi até o batalhão da PM e disse que participava de um churrasco na rua Albano Teixeira, no bairro Industrial. Entretanto, conforme a mulher, após uma discussão. novamente ela tinha sido vítima de agressão do marido de 39 anos.

Além disso, a mulher afirmou ainda que o marido e a mãe dele a colocaram a força no carro dele, e que a deixaram na residência do casal, na rua Fortaleza no bairro Conradinho. Conforme relato feito aos policiais, quando chegaram o marido e a mãe dele tentaram agredi-la novamente, momento em que a vítima saiu correndo e pediu ajuda em uma pizzaria, deixando a filha de seis anos no local.

A PM iniciou então buscas pelo agressor e pela criança, primeiro na casa da rua Fortaleza. Mas a residência estava fechada. Em seguida os policiais foram até uma casa na rua Sorocaba, onde a criança foi encontrada com as irmãs da vítima.

Elas disseram à PM que o marido e a mãe dele estavam novamente no bairro Industrial na rua Albano Teixeira, onde iniciaram as agressões. No endereço foi localizado o Chevrolet Cruze, porém mãe e filho não foram encontrados. Neste momento, a equipe recebeu a ligação que os dois estariam na rua Sorocaba, onde a mãe do agressor foi localizada.

Ela disse que as agressões apontadas pela vítima tinham sido provocadas por ela mesma. A vítima informou que as agressões tinham sido feitas pelo marido, e que a mãe dele tentou agredi-la, mas não conseguiu. Joa o homem teria dado vários socos no rosto dela, deixando deformado.

De acordo com relato aos policiais, a vítima ainda disse que não tinha interesse em representar contra a mulher. A filha de seis anos ficou aos cuidados da avó. A vítima acompanhada do tio foi levada posteriormente para a Upa do Batel onde foi medicada.

ESTADOS

Na noite desse domingo (7), a PM atendeu a terceira ocorrência de lesão corporal e violência doméstica em Guarapuava. Assim, por volta das 21h45, os policiais encontraram uma pessoa caída no chão na rua Rio Grande do Norte, no bairro dos Estados.

Conforme os policiais, a vítima era um homem que tinha sido agredido por um jovem de 21 anos e estava caído no chão. De acordo com testemunhas, algumas pessoas estavam bebendo em família e em determinado momento o jovem se desentendeu com a namorada de 19 anos, saindo de casa em seguida.

Porém, ele retornou violento, e discutiu com a mãe dela, também com a namorada e com o padrasto dela. De acordo com relato das testemunhas, as pessoas tentaram impedir que o jovem agredisse o homem que não teve a idade informada. Ele teria tentado enforcar a namorada, momento em que a mãe de 48 anos tentou impedir a agressão e também foi agredida pelo rapaz. Os envolvidos foram encaminhados para a 14ª SDP.

VILA BELA

No fim da noite desse domingo (7), a PM atendeu uma ocorrência de violência doméstica na rua Antônio Vilaça, no bairro Vila Bela em Guarapuava. De acordo com a PM, por volta das 22h50, a uma jovem disse aos policiais que o ex-namorado da mãe dela, estava com um facão e teria pulado o muro da residência para agredir a mãe.

No local, os policiais abordaram um jovem de 21 anos que estava em frente da casa. A vítima de 37 anos disse que teve “um convívio afetivo com o indivíduo e, há quatro anos terminou o relacionamento”. Entretanto, que na noite desse domingo, ele estava em visível estado de embriaguez e foi até a casa dela com um facão.

De acordo com a mulher, o ex-namorado a ameaçou dizendo: “Vou te matar, você não vai ficar com mais ninguém”. A vítima ainda disse que as ameaças são cotidianas. Diante do interesse de representação por parte da vítima, o rapaz foi preso e levado para a 14ª SDP para as medidas cabíveis.

SANTANA

E por fim, já no começo da madrugada desta segunda (8), uma mulher avisou os policiais que a vizinha estava sendo agredida pelo marido e pedia socorro. Por volta de 0h10, a equipe foi até a rua Cel. Afonso Botelho, no bairro Santana, e encontrou uma mulher correndo na rua.

A vítima veio em direção da viatura policial dizendo que o marido estava correndo atrás dela. Em seguida o agressor de 38 anos foi localizado. A mulher de 27 anos disse que ele tinha ingerido bebida alcoólica, e os dois discutiram. Assim, conforme a vítima, após a discussão, ela pediu que ele fosse embora. Porém, o marido tentou dar um soco na esposa, mas certou a vidro da janela do quarto do casal.

Em seguida, a mulher relatou que o agressor quebrou os painéis do box do banheiro. Diante do interesse de representação por parte da vítima, ele foi preso e encaminhado com a vítima para a 14ª SDP para as medidas cabíveis.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

TRAGÉDIA

Menina de 2 anos morre em acidente doméstico em Guarapuava

BOLETIM COVID

Guarapuava registra 12 novos casos de covid-19 neste sábado (24)

GOTEIRA NO GINÁSIO

Goteira adia para este domingo (25), jogo entre CAD e Apaf Paranaguá

Comentários