Polícia Ambiental prende duas pessoas em flagrante de crime ambiental

A polícia chegou ao local no momento em que os homens faziam o corte das árvores e ateavam fogo para a limpeza. Eles foram multados em mais de R$ 500 mil

A polícia aplicou uma multa de mais de R$ 500 mil (Foto: Ascom/PA)

A Polícia Ambiental de Guarapuava divulgou a prisão de duas pessoas em flagrante pelo crime de corte de árvores nativas nesta terça (16) em Imbituva. Ainda conforme as informações eles utilizavam fogo para a limpeza de parte da área.

De acordo com as informações da polícia, as equipes chegaram no momento em que os dois cortavam as árvores e o fogo atingia espécies nativas de árvores ameaçadas de extinção pela legislação ambiental, como, pinheiro araucária e canela preta, em área correspondente a 16,4 hectares.

Eles atearam fogo para fazer a limpeza (Foto: Ascom/PA)

Ainda segundo a polícia, foram apreendidos 120 metros cúbicos de material lenhoso, oriundo do corte da vegetação. Desse modo, os presos foram conduzidos à Delegacia da Polícia Civil para lavratura do flagrante. Como o proprietário da área não estava no local, a PC Civil será comunicada sobre o crime para instaurar Inquérito Policial.

Por fim, a conduta delituosa rendeu aos infratores (presos e proprietário), multa ambiental no valor de R$ 535.500. A Polícia Ambiental informa que todas as denúncias sobre crimes ambientais devem ser feitas pelo telefone 181.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

SAÚDE

Municípios da 5ª Regional ainda tem casos de sarampo em investigação

PRUDENTÓPOLIS

Prudentópolis recebe obras e equipamentos com apoio de Ademar Traiano

COVID-19

Prudentópolis tem a primeira morte de paciente com covid-19

Comentários