Requião assina nesta terça-feira ordem de serviço para reforma do Palácio Iguaçu

Curitiba – A assinatura da ordem de serviço para a reforma do Palácio Iguaçu, antiga sede do Governo do Estado, será feita nesta terça-feira (12), durante a Escola de Governo. O anúncio foi feito pelo governador Roberto Requião, nesta segunda-feira (11), durante a reunião da Operação Mãos Limpas. Marco da arquitetura modernista paranaense, o Palácio Iguaçu foi construído em 1953, durante o governo de Bento Munhoz da Rocha Neto e nunca passou por uma reforma significativa. O investimento previsto para a execução de obra é de R$ 23 milhões.
“A ordem de serviço será assinada durante a Escola de Governo. Vamos resgatar o projeto original do prédio que não foi acabado na sua totalidade por falta de verba na época da sua construção. Teremos um palácio inteiramente novo”, afirmou o governador.
A Secretaria de Obras Públicas está responsável pela reforma do Palácio Iguaçu. Desde 2007, quando a sede do Governo do Estado foi transferida provisoriamente para o Palácio das Araucárias, técnicos da secretaria fizeram o levantamento das reais condições do edifício e das necessidades de reforma e coordenou a elaboração dos projetos para a execução da obras.
De acordo com o secretário de Obras, Júlio Araújo Filho, as instalações elétricas e hidráulicas serão substituídas e a parte estrutural reforçada. A reforma prevê ainda o resgate do projeto original do prédio, feito pelo arquiteto David Azambuja, que nunca havia sido executado completamente. O edifício de 15 mil metros quadrados também ganhará novas tecnologias de controle e automação de lógica, Internet sem fio, segurança, proteção contra incêndios, novos sistemas de ar condicionado e novos elevadores.
“É um edifício de 50 anos que nunca passou por uma grande reforma. Nós queremos resgatar sua arquitetura original, porém com toda a tecnologia que encontramos hoje na construção civil. A obra deverá durar nove meses e esperamos entregá-la até o dia 30 de outubro”, disse Araújo Filho.

AEN

Relacionadas

VACINAÇÃO

5ª Regional de Saúde terá 5.920 doses de vacina para 20 municípios

INÍCIO DE MANDADO

Primeira sessão ordinária da Câmara ainda não tem dia definido

MILITARIZAÇÃO

Deputados aprovam alterações no programa Colégios Cívico-Militares

Comentários