Saúde de Irati prevê pico de covid-19 em 18 de agosto

A expectativa é do Comitê Gestor de Crise para a covid-19 e a previsão pode se estender a todo o Estado. Irati já registrou cinco mortes pela doença

Cuidado deve ser redobrado nos próximos dias (Foto: Reprodução/Portal Clique)

O município de Irati, que convive com 192 casos confirmados de covid-19 e cinco mortes terá o pico do contágio em 18 de agosto. Esta é uma afirmação do Comitê Gestor de Crise da doença implantado na cidade. A previsão se estende também para o Estado, de acordo com o coordenador do Comitê, Agostinho Basso.

Segundo informações do Portal Clique, a orientação dos profissionais é que os cuidados para prevenção da doença devem ser reforçados. Agostinho explicou que o município vem de uma subida ascendente, um crescimento exponencial. “Agora chegamos ao máximo. Estamos vivendo nossa fase de pico. Sabemos pelos estudos e as perspectivas da doença que nestes 15 dias o Paraná vai atingir o pico máximo até 18 de agosto, onde o risco é maior”.

Segundo Basso, os números de casos de Irati dos últimos dias correspondem a essa dinâmica. O município foi um dos que se adiantaram na região com medidas preventivas contra a covid-19. Assim, decretou toque de recolher, antes mesmo de conformar o primeiro caso. Depois de uma série de pacientes com resultados positivos, foi decretado lockdown aos fins de semana.

Tivemos uma queda significativa devido ao lockdown adotado recentemente, mas agora, tendo em vista que o Paraná está nesse pico, sabemos que os números vão aumentar. Torcemos para que não fiquem doentes e os doentes não fiquem graves.

Mesmo diante do cenário atual da doença no município, o coordenador destacou que o município não entrou em colapso. “Para nós estes números são terríveis porque o ideal seria zero, mas pela quantidade de habitantes e como a letalidade se comportou no Paraná, Irati teve menos mortes que o esperado. Temos um percentual de 3,5% de morte. É alto, pouquíssimas doenças têm esse número”.

Para os próximos dias o cuidado deve ser ainda maior, segundo o profissional. “Se você pode ficar em casa, fique. Para os que precisam se deslocar, usar sempre a máscara, lavar as mãos ou o uso do álcool gel, manter a distância das demais pessoas, e cuidar ao adentrar na residência novamente, higienizando o calçado, e fazendo uso das medidas indicadas”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ON-LINE

CRAM de Guarapuava atua com atendimento remoto nesta semana

NOVO BOLETIM

Guarapuava registra seis novos casos de covid-19 em 24h

NOVO PERÍODO

Paraná registra 1ª morte por dengue durante os últimos quinze dias

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com