Violência doméstica leva dois homens à prisão em Guarapuava

Os casos de violência contra esposas e filha ocorreram em dois bairros da cidade: Morro Alto e Conradinho. Nos dois casos os agressores estavam embriagados

Violência doméstica leva dois homens à prisão em Guarapuava (Foto: Arquivo/RSN)

O consumo excessivo de bebida alcoólica continua gerando casos de violência doméstica em Guarapuava também durante a quarentena. De acordo com o boletim da Polícia Militar, dois homens, ambos embriagados, foram presos por agredirem familiares .

Conforme a PM, o primeiro caso ocorreu numa residência na Rua dos Abacateiros, Morro Alto, na noite desse sábado (20). Uma mulher, 22 anos, foi agredida pelo companheiro, 24 anos. De acordo com a vítima, o homem chegou em casa bêbado e alterado, provocando ferimentos no joelho direito, mão direita, testa e lombar da vítima. Porém, quando a polícia chegou, o homem reagiu à prisão e começou a se bater contra os móveis da residência. Ele acabou se ferindo c na face e na lombar.

Conforme a polícia,  também na noite de ontem (20), numa casa na rua Cristiano Francisco Dal Passo, no bairro Conradinho,  a filha denunciou o pai por agressão. De acordo com a PM, o homem está separado da esposa. Porém, mora numa casa nos fundos da residência da família.

Ao chegar embriagado e ver que a filha estava com dois amigos começou a agredí-los verbalmente. Disse também que iria matá-la. Entretanto, quando a jovem disse que chamaria a polícia ele fugiu, mas retornou e quebrou o relógio da luz e uma mesa. Também agrediu a esposa. Conforme a PM, o agressor estava com lesão na cabeça e contou que foi agredido com uma paulada.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MOMENTO DELICADO

Setor de eventos busca interlocução com estado para voltar a trabalhar

ESTÁ INDO EMBORA

Paraná está há 10 dias de encerrar situação de surto de sarampo

ESPECIAL

Associativista, planejador e empreendedor: o perfil da agricultura em Guarapuava

Comentários