Como montar sua loja virtual em meio a crise de 2020?

A internet é uma aliada dos empresários e em épocas turbulentas pode ser a solução para aqueles que desejam abrir negócio

A internet é uma aliada dos empresários e em épocas turbulentas pode ser a solução para aqueles que desejam abrir uma loja virtual (Arte: Reprodução/Pixabay)

A época de crise pode ser muito lucrativa para negócios, principalmente os relacionados ao comércio. Se você puder montar uma loja virtual, então, será melhor ainda. Porém, é comum vermos uma saturação do mercado de lojas físicas em cidades grandes, como São Paulo e Rio de Janeiro. Esses são geralmente os maiores palcos de viagens de negócios.

Entretanto, esses lugares já possuem um comércio estabelecido. A partir disso, podemos pensar alguns meios alternativos de conseguir uma renda extra em épocas de viagens. Uma opção que deve ser considerada é a de lojas on-line. Esses espaços não estão em um ambiente já acumulado, como é o caso de lojas físicas. Na verdade, o que acontece é o contrário: com a expansão das plataformas digitais, o comércio virtual se torna cada vez mais popular e procurado.

Vantagens das lojas virtuais

Especificamente no caso de viajantes de negócios, existem algumas vantagens em relação ao chamado e-commerce. A primeira delas é exatamente esse aumento na procura e no contato com a cidade visitada. No caso, as lojas com produtos exclusivos e relacionados ao local vão ter maiores benefícios.

Devemos pontuar, entretanto, que quando há esse tipo de evento, todas as vendas locais se beneficiam. Se a sua loja on-line for competitiva com o mercado físico, com certeza ocorrerá um aumento nas vendas. Esse fator da competitividade depende da atração gerada pela plataforma, assim como do tipo de produto comercializado.

Outra vantagem está na possibilidade da loja virtual possuir um estoque de produtos necessários aos viajantes de negócios, ou então, produtos relacionados ao meio de atuação desses profissionais. A ocorrência de um congresso, desse modo, abriria portas para um novo nicho de mercado altamente exclusivo, com público-alvo restrito.

Na maioria das vezes, comércios desse tipo são vistos como desafios. Porém, esse é o contexto ideal para seu sucesso.

Essa é uma boa oportunidade para você, que quer começar no comércio virtual (Arte: Reprodução/Pixabay)

Como criar sua plataforma de e-commerce?

Após analisarmos os benefícios básicos de uma loja virtual, devemos indicar o processo de produção. Alguns passos essenciais devem ser desenvolvidos, para que a plataforma atraia o público desejado. Portanto, devemos fazer uma pesquisa de consumo.

Quem é o cliente? Qual a sua área de atuação? Qual é seu perfil? Todas essas são perguntas válidas no momento de criar a loja virtual. É a partir desse traçado, inclusive, que vamos desenvolver o restante do ambiente de compras.

Com essas respostas em mãos, devemos partir para a escolha dos itens que vão ser comercializados, o que vai variar de acordo com o consumidor que queremos atingir. Algumas coisas podem ser mais universais nesse sentido, como lembranças do local, souvenires e produtos de beleza. Esses são produtos amplamente procurados em viagens de turismo.

Coisas que podem trazer bons investimentos são, por exemplo, cupons de desconto ou pacotes de passeios. Os cupons, como os vendidos para restaurantes e bares, podem estimular o cliente a sair mais de seu hotel, por conta dos preços acessíveis. Já os pacotes podem ser uma opção válida para quem quer integrar o trabalho ao lazer.

No geral, a ideia de vender algo que não seja um produto físico, como no caso de souvenires, funciona muito bem nos negócios relacionados ao turismo. Por fim, podemos comercializar e anunciar aluguéis de salas, salões e auditórios para reuniões. Normalmente, esse tipo de serviço é conseguido por fontes físicas quando há uma viagem de negócios. Porém, uma plataforma on-line com esses produtos seria competitiva, principalmente por conta da acessibilidade das reservas.

É bem mais fácil e rápido contratar serviços pela internet, e isso chama mais a atenção do público, que está sempre conectado.

Como atrair atenções para a loja virtual do seu serviço ou produto?

Um ponto final que devemos considerar é o design da loja virtual e a apresentação da página. Para que seja atrativa, sua plataforma deve conter produtos, formas de pagamento e informações gerais de fácil acesso. Os produtos devem estar bem apresentados e descritos. Já as formas de pagamento devem ser amplas e simples para o consumidor. Isso significa que o pagamento não pode ser desgastante e confuso.

Outro aspecto importante do site é a disponibilidade de um espaço para sanar dúvidas, propor sugestões e até críticas. É importante se mostrar próximo ao consumidor, para que ele sinta que pode possuir um vínculo transparente e seguro com a loja.

Algumas plataformas são montadas para que você, comerciante, possa construir seu negócio com praticidade. Com softwares inovadores para lojas on-line, algumas empresas prometem desenvolver sua página em apenas alguns passos. Essa é uma boa oportunidade para você, que quer começar no comércio virtual, mas não possui conhecimentos para desenhar uma página toda na internet, começando do zero.

 

Texto: Solux Serviços Digitais

 

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

APRENDENDO EM CASA

Daniele Krauz, Tom Zawa e Henrique Dubiela organizam live educacional

MÚSICA BOA

Festival on-line vai reunir grandes destaques da música paranaense

SUCESSO

Katriane Mila segue arrasando no "Voz da Quarentena" no Instagram

Comentários