Além de Zilda Arns, morrem mais cinco brasileiros no Haiti

Guarapuava – O Comando do Exército confirmou nesta quarta-feira (13) a morte de quatro militares brasileiros no Haiti, em função dos terremotos que atingiram o país.
Os brasileiros, incluindo também a médica Zilda Arns, presidente da Pastoral da Criança, estavam no em missão de paz naquele país. O Brasil comanda a missão de paz da ONU (Organização das Nações Unidas).
De acordo com o Exército, os militares mortos são: o 1º tenente Bruno Ribeiro Mário, o 2º sargento Davi Ramos de Lima, o soldado Antônio José Anacleto e o soldado Tiago Anaya Detimermani, todos do 5° batalhão de Infantaria Leve, sediado em Lorena (SP). Todos eles estavam fora da base no momento do terremoto.

Comentários