Assembleia faz extraordinárias para alterar leis sobre colégios militares

Assembleia inaugura sistema misto, com 25% dos deputados com participando presencialmente e os outros 29 no sistema 'on-line'

Assembleia faz extraordinárias para alterar leis sobre colégios militares (Foto: Alep)

Deputados estaduais participam de sessão extraordinária nesta segunda (11), às 14h30, a pedido do governador Ratinho Junior. De acordo com a convocação feita pelo presidente Ademar Traiano (PSDB), as sessões ocorrerão até a próxima terça (19) para a votação da mensagem nº 01/2021.

Entretanto, os trabalhos desta segunda serão os primeiros  sob o sistema de deliberação misto. Ou seja, poderá contar com a presença de até 25 deputados no plenário da Assembleia Legislativa. Os demais terão participação’ on-line’. Esse sistema está previsto em resolução aprovada pelos deputados e promulgada pelo presidente Taiano ao final de 2020.

Conforme a mensagem, o governo propõe a alteração da Lei 20338/2020, que instituiu o Programa Colégios Cívico-Militares no Paraná. Também prevê a alteração da Lei 19130/2017 que instituiu a Diária Especial por Atividade Extrajornada Voluntária, a Gratificação Intra Muros.

ALTERAÇÕES

Uma das alterações previstas, busca a ampliação do programa. De acordo com o governo, promovendo melhorias para que todas as instituições de ensino elegíveis beneficiem-se do modelo de instituição escolar Cívico-Militar. Entretanto, precisam ter as características trazidas como obrigatórias no Art. 13 da Lei nº 20.338, de 6 de outubro de 2020.

Entre as alterações na Lei 20.338, no artigo 13, exclui a limitação de municípios com mais de 10 mil habitantes para participar do programa. Pela nova redação, os municípios que dispõem de, no mínimo, dois colégios estaduais que ofertem ensino fundamental e médio regular situados na zona urbana, poderão ter colégios no modelo cívico-militar.

Já a alteração na lei 19.130 ocorre no parágrafo 10 do artigo 33. Caso seja aprovada,  o militar estadual que até  dezembro de 2020 tenha sido transferido para a reserva remunerada da PMPR e que esteja, no mínimo, no comportamento bom, também poderá integrar o CMEIV. Assim, em caráter excepcional, poderá exercer atividades em instituições de ensino participantes dos Programas Colégios Cívico-Militares e Escola Segura, não se aplicando, nesse caso, a restrição temporal contida no parágrafo 4º deste artigo.

Leia outras no Portal RSN.

Relacionadas

MAIS FACILIDADE

Sanepar permite parcelamento em até 60 vezes para dívidas

VERÃO MAIOR

Boletim do IAT mostra qualidade das águas para banho no litoral e interior

PRAZO

Calendário de vencimento do IPVA 2021 começa nesta segunda (18)

Comentários