Beto Richa é preso em Curitiba

Operação do Ministério Público prendeu, também, a esposa de Beto Richa, Fernanda Richa, e Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador

*Matéria em atualização

O ex-governador do Paraná, Beto Richa, foi preso no início da manhã desta terça feira (11), em Curitiba. A prisão do candidato ao Senado foi realizada pelo Gaeco, em uma operação realizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Além dela, Beto Richa é alvo de uma operação da Lava Jato. Na 53ª etapa da investigação, a casa do ex-governador do Paraná é alvo de mandado de busca e apreensão.

Na ação desta manhã, além do candidato ao Senado, a esposa de Beto Richa e ex-secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, também foi presa. Integram a lista de presos nesta operação o ex-chefe de gabinete do ex-governador, Deonilson Roldo, o irmão de Beto Richa e ex-secretário de Infraestrutura, Pepe Richa, o ex-secretário de cerimonial de Beto Richa, Ezequias Moreira e Luiz Abib Antoun, parente do ex-governador, cuja prisão ocorreu em Londrina, no Norte do Estado.

Todas as prisões realizadas nesta manhã são temporárias, com validade de cinco dias. A investigação do Gaeco que motivou a prisão envolve o programa Patrulha do Campo. Ao todo, são 15 mandados de prisão.

Relacionadas

ELEIÇÕES

'Podemos' disputa a prefeitura nas maiores cidades do Paraná

ELEIÇÕES 2020

Ministério Público envia recomendação a partidos políticos

NOVO PROGRAMA

Estado lança programa para recuperar economia dos municípios

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com