Câmara de Vereadores deve voltar com sessões presenciais

Decisão foi tomada depois que a bancada situacionista quase sofreu uma derrota por falta de vereadores na hora da votação

Câmara de Vereadores deve voltar com sessões presenciais (Foto: Arquivo/RSN)

A Câmara de Vereadores de Guarapuava deverá retornar com as sessões presenciais.  Nesta segunda (28) a Mesa Executiva deverá conversar com o jurídico para que as sessões sejam às 8h. Nesse horário, a campanha eleitoral não ficará prejudicada.

A decisão surgiu após sessão polêmica na segunda (23) quando uma das votações teve um placar ‘apertado’. Foram 12 votos contra nove. Entretanto, a primeira votação ficou empatada porque vereadores da bancada situacionista não estavam acompanhando a sessão virtual. Numa estratégia o presidente João do Napoleão suspendeu a sessão por 10 minutos. Assim, no retorno, a justificativa dos vereadores Samuca, Vardinho e Germano, foi que estavam com problemas técnicos de conexão.

De autoria do Executivo, o projeto de lei regulamenta o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) incidente sobre a construção civil. Com a nova Lei, apenas construções de até 45m² estão livres do imposto. Entretanto, essa lei confronta outra aprovada em 2019. De acordo com a vereadora professora Terezinha,  no ano passado foi aprovada a Lei que institui o Aprova Fácil. Assim construções de  até 70m² estavam livres da contribuição do ISSQN.

RICHA ESTÁ DE VOLTA

Pois é. Nos últimos dias quem ‘ressurgiu’ foi o ex-governador Beto Richa. Ele estava ausente de tudo desde que foi alvo de operações dos ministérios públicos estadual e federal. Por conta de denúncias de corrupção nas gestões em que governou o Paraná, ele foi três vezes preso. Porém, junto com a  esposa Fernanda, ele visitou o ‘Erastinho’ , hospital infantil inaugurado há poucos dias. A foto foi postada no Instagram nesta terça (22).

EM BUSCA DOS JOVENS

“Nunca é cedo para fazer a diferença”. É com esse mote que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) chama os eleitores mais jovens participem da vida pública e política do Brasil. A nova campanha do TSE já está no ar desde o começo desta semana. E segue  até 29 de novembro, dia do segundo turno das Eleições Municipais de 2020.

De acordo com o TSE, a ação de comunicação, que vai ao ar nas redes sociais do Tribunal, no rádio e na televisão busca inspirar jovens de 16 a 29 anos. O Tribunal quer que eles percebam que é possível ser uma liderança política, mesmo tendo pouca idade.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CONTA-GOTAS

APP-Sindicato e Upes ocupam sede da Educação contra escola militar

ELEIÇÕES

Osnei recusa dinheiro do Fundo Eleitoral de Campanha em Prudentópolis

POLÊMICA

Informação equivocada de assessoria provoca 'tempestade em copo d´água'

Comentários