Correios reajusta tarifas

Brasília – O Governo autorizou, a partir de sexta-feira (1º), o reajuste das tarifas de serviços postais e telegráficos, nacionais e internacionais, conforme portarias nº 1.061 e 1.062, do Ministério das Comunicações, publicadas hoje (30) no Diário Oficial da União.
O primeiro porte da carta não comercial (pessoa física) teve seu valor corrigido de R$ 0,65 para R$ 0,70, com uma variação de 7,7%. Visando manter o acesso da população de menor poder aquisitivo aos serviços postais, permaneceu inalterada a tarifa da Carta Social, de R$ 0,01.
O primeiro porte da carta comercial (pessoa jurídica) teve seu valor reajustado de R$ 1,00 para R$ 1,05, com uma variação de 5%. Os serviços telegráficos nacionais foram corrigidos, em média, em 8,4%.
Em relação aos serviços internacionais, o valor das cartas (documentos prioritários e econômicos) foram corrigidos em torno de 8,9%, sendo que o reajuste médio dos telegramas internacionais foi de 13,3%.
Os serviços dos Correios são reajustados anualmente, com base na recomposição dos custos repassados à ECT durante o período, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza, salários dos empregados, etc. A última alteração no valor das tarifas ocorreu em julho de 2008.

Relacionadas

IMUNIZANDO A POPULAÇÃO

Saúde de Guarapuava já vacinou 2.377 pessoas

LUTO

Santa Casa de Irati lamenta morte de médica por covid-19

SUSPENSÃO

Governo suspende exigência de prova de vida de aposentados federais

Comentários