22/08/2023
Cotidiano Economia Guarapuava

Diferença de preços do frango e cebola passa de 100%, aponta Checkpreço$

Itens da cesta básica como açúcar, feijão e o leite tiveram grandes diferenças de preços,. Hortifruti também podem pesar no bolso

Diferença de preços do frango e cebola passa de 100%, aponta Checkpreço$(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Uma nova pesquisa do Checkpreço$ apontou uma variação de mais de 100% em vários produtos como cebola, frango, tomate e costela. O levantamento de preços é feito pelo Procon de Guarapuava em parceria com a Unicentro. Conforme a superintendente do Procon, Luana Esteche, as equipes verificaram 61 estabelecimentos do município e checaram cerca de 71 produtos entre os dias 22 e 27 de novembro de 2023.

A cada 15 dias fazemos essa pesquisa para verificar como a economia se comporta em Guarapuava. Sabemos que com a chegada das festas de fim de ano, os preços podem aumentar, mas é importante os consumidores sempre pesquisarem antes, para garantir o preço justo. Itens como carnes e produtos de hortifruti podem ter grande variação e são a chance de economizar na hora das compras. 

De acordo com os dados, o produto com maior variação é o frango inteiro congelado ou resfriago que teve a diferença de 133,05%. O preço mais baixo é R$ 6,99 e o mais alto chega a R$ 16,99 o quilo. Entre as carnes, a costela ripa pode pesar no bolso e o preço do quilo atingir R$ 27,90, só que dá para encontrar até por R$ 15,49. Ou seja, o valor alterna 80,12%.

A cebola também se destaca pois apresentou variação de 132,44%, o menor preço é R$ 2,99 e o maior atinge R$ 6,95 o quilo. Um dos itens mais usados nas saladas, o tomate saladete, também teve uma grande diferença, atingindo 121,86%. Os consumidores poderiam encontrar a fruta por R$ 2,79 o quilo, bem como R$ 6,19. Quem prefere o tomate longa vida também vai notar a diferença de 105,85%, sendo o menor preço R$ 3,59 e o maior de R$ 7,39 o quilo. A alface pode ter uma disparidade de R$ 90,91% dependendo do estabelecimento. A mais em conta custa R$ 2,09, porém há unidades por R$ 3,99.

CESTA BÁSICA

Além disso, os itens que compõem a cesta básica também apresentaram variações de preços, que poderiam fazer o consumidor pagar mais barato. O pacote de cinco quilos do açúcar refinado teve a diferença de 43,97%, o mais barato é encontrado por R$ 17,99, mas há mercados que vendem por R$ 25,90. O feijão carioca que quase não falta no prato dos brasileiros também pode sair caro, quando o consumidor não faz pesquisa de preços. O preço do quilo já chegou a R$ 8,85, mas tem estabelecimentos mais em conta vendendo por R$ 5,39. Ou seja, uma variação de 66,05%.

O pacote de biscoito de leite é famoso entre a criançada, mas em alguns comércios ele pode sair caro. O maior valor é de R$ 6,49 e o menor preço é de R$ 3,29. Somando assim a diferença de 85,96%. Já o litro do leite integral, ‘queridinho’ nas receitas e no café da manhã, apresentou uma alteração de valores de 82,07%. Os consumidores podem pagar desde R$ 3,29 até R$ 5,99. Itens de higiene pessoal como shampoo masculino e o sabonete também tiveram destaque, com alternância de 97,85% e 62,77%, respectivamente.

O shampoo masculino teve o menor preço de R$ 12,08 e o maior chega a R$ 23,90. O sabonete pode ser encontrado por R$ 3,68 ou até 5,99 cada. Além disso, o sabão em pó também não fica atrás, o mais popular entre as marcas tem variação de 61,11%. Dá para adquirir uma caixa de 800 gramas por R$ 10,49 ou até R$ 16,90.

COMBUSTÍVEIS

Aqueles que gostam de economizar também no posto de combustíveis devem ficar atentos. O etanol teve variação de preço de 16,91%, por isso os motoristas vão pagar desde R$ 3,49 por litro, bem como R$ 4,08. Em seguida, vem o diesel S500 com valores de R$ 5,59 chegando a R$ 6,49, somando uma diferença de 16,10%. Nos postos, o diesel S10 tem discrepância de 14,06%, o preço mínimo é de R$ 5,69 e o máximo R$ 6,49 o litro. A gasolina comum que é mais utilizada teve pouca diferença para o consumidor. Há estabelecimentos por R$ 5,34 ou R$ 5,69, o litro.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Vallery Nascimento

Jornalista

Jornalista formada desde 2022 pelo Centro Universitário Internacional - Uninter. Além do amor pela comunicação, ela também é graduada em Letras com habilitação em inglês. Apresenta o Giro RSN de segunda a sexta, às 18h nas redes sociais do Portal RSN.

Relacionadas

Desculpe, não encontramos nenhuma postagem disponível.

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.