Energia do Bem: Energisa cria movimento de combate à Covid-19

A Energisa mobilizou parcerias para desenvolver ações articuladas com o poder público e vai gastar R$ 5 milhões no combate ao coronavírus

Energisa cria movimento de combate à Covid-19 (Foto: Divulgação)

Com o objetivo de ajudar no combate à pandemia de Covid-19, o Grupo Energisa criou o movimento Energia do Bem. Trata-se de uma rede de atuação orgânica, que já reúne 13 parceiros, todos empenhados em viabilizar ações emergenciais que ajudem a superar a crise humanitária provocada pela doença.

Assim, as iniciativas incluem doação e manutenção de ventiladores pulmonares, obras elétricas em unidades públicas de saúde na captação de recursos para assistência a idosos. Também foi criado o portal Energia do Bem, com informações confiáveis sobre a doença e conteúdo para reduzir os impactos do isolamento social.

Conforme o presidente da empresa, Ricardo Botelho, essa crise é diferente de tudo o que já vivemos e não podíamos ficar alheios. “Estamos nos unindo a diversos parceiros para fazer diferença especialmente nos 11 estados em que atuamos como distribuidores de energia. Queremos que o Energia do Bem gere uma onda de energia positiva que ajude a atravessarmos esse momento”.

O Grupo Energisa usará R$ 5 milhões no movimento em todos os estados onde atua. Os recursos serão aplicados em diversas frentes mapeadas junto ao poder público local.

De acordo com Gabriel Alves Pereira Junior, diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste, o Brasil está vivendo um momento de importante união entre todos os setores. “A Energisa Sul-Sudeste faz parte do contexto. Para isso, estamos buscando iniciativas locais para as quais possamos contribuir nos esforços de prevenção e tratamento contra a COVID-19”.

Entre os parceiros envolvidos no movimento estão Confederação Nacional da Indústria (CNI), IEL – Instituto Euvaldo Lodi, Sesi/Senai e Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata (MG) e Evoé. A Unesco fará uma curadoria de conteúdos educativos para o portal.

PORTAL ENERGIA DO BEM

De acordo com a empresa, uma das principais frentes do movimento será o portal do movimento Energia do Bem. Ele concentrará informações de utilidade pública sobre a prevenção contra a contaminação pelo vírus e o andamento das ações.

Assim, a Unesco fez uma curadoria dos conteúdos da Biblioteca Digital, de domínio público, que terão links diretos por meio do portal. Assim, o portal será uma janela para os materiais sugeridos pela organização, com destaque a algumas coleções sobre educação midiática.

O Instituto Efort, parceiro do Grupo Energisa em ações de eficiência Energética, está desenvolvendo jogos educativos sobre a Covid-19 que entrarão na plataforma junto com outros que já são utilizados no programa Nossa Energia.

Já o Polo Audiovisual da Zona da Mata, outro parceiro da Energisa, vai usar a plataforma Samba Tech para levar filmes às casas das pessoas durante o isolamento social. Para conhecer o portal, basta acessar www.movimentoenergiadobem.com.br.

ENERGISA

Com 115 anos de história, o Grupo Energisa é o 5º maior em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre.

Com receita líquida anual de R$ 16,9 bilhões (ano 2019), o Grupo atende a 7,8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de quase 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as Regiões do Brasil, além de gerar aproximadamente 19 mil empregos diretos e indiretos.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Inviolável abre vagas para portadores de deficiência em Guarapuava

BAZAR SOLIDÁRIO

Rotary Club Guairacá promove bazar solidário em Guarapuava

MAIS CONFIRMAÇÕES

Saúde confirma 14 novos casos de covid-19 em Guarapuava

Comentários