Guarapuava se prepara para a vacinação, diz prefeito

Prefeito fez a primeira reunião com o secretariado e falou sobre a integração entre as 23 secretarias e a preocupação com o rebote da covid-19

 

Guarapuava se prepara para a vacinação, diz prefeito (Foto: Secom/Prefeitura)

A preocupação com a saúde pública, mais uma vez, pautou o pronunciamento do prefeito Celso Góes (Cidadania). De acordo com o prefeito, Guarapuava se prepara para um “grande plano de vacinação” contra a covid-19. “Estamos apenas no aguardo das determinações da Secretaria Estadual de Saúde para a chegada da vacinas em nossa cidade”.

Conforme o prefeito, a logística está sendo formatada. Entretanto, envolverá uma campanha de conscientização e de preparação da sociedade. “Temos que envolver toda a Prefeitura, as escolas e CMEIs e vamos dar o exemplo mais uma vez de mobilizar a sociedade, como no começo da pandemia. Estamos preocupados com a saúde de todos. Vamos fazer um bom trabalho”.

O posicionamento do prefeito ocorreu na primeira reunião com o secretariado, nessa quinta (7), no Parque das Araucárias. Ainda nesse encontro, o consultor da área de saúde, René Santos, falou sobre as próximas medidas que estão sendo programadas para o enfrentamento a covid-19. “É necessário a compreensão do atual momento pelas diversas secretarias que vão fundamentar uma gestão conjunta”. Informações mais aprofundadas serão divulgadas nessa segunda (11), segundo a Secretaria Municipal de Comunicação.

REBOTE

De acordo com o prefeito Celso Góes, essa preocupação já faz parte da gestão em Guarapuava. Assim, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde já trabalha num levantamento de dados da população do grupo risco. Conforme o governo do Estado, os primeiros vacinados serão profissionais de saúde e aldeias indígenas isoladas.

Celso Góes também observou que as viagens e aglomerações de fim de ano provocaram o aumento do contágio. “A situação é muito grave e, por enquanto, apenas o SUS faz praticamente todo o atendimento. “Estamos preocupados com a possibilidade de rebote de casos, que podem surgir nos próximos dias, como consequência das festas de fim de ano”.

Assim sendo, a conscientização de que as medidas restritivas poderão continuar deve envolver a população. Isso inclui também o uso de máscara, o distanciamento social e a higienização das mãos, por tempo indeterminado.

ENTROSAMENTO

O encontro com os secretários buscou fortalecer a integração entre a equipe. Composta por 23 secretários, dos quais, 16 são titulares de secretarias efetivas e outros sete com ‘status’ de secretaria.

E para que o planejamento das ações possam ter eficiência, conforme o orçamento de cada uma das 23 secretarias, o secretário de Finanças Diocesar Costa de Souza explicou. “Neste orçamento, projetamos o que e quanto cada pasta poderá investir. Faremos uma triagem dos gastos e monitoramento da solicitação dos recursos. Em todas as nossas ações, seremos fiscalizados, nosso orçamento é limitado, mas com uma boa gestão, teremos representatividade”.

De acordo com Diocesar,  segundo a Lei Orçamentária Anual de 2021, a previsão é que o Município tenha uma receita de R$ 464.199.421,00. As secretarias com maior investimento são as de Educação R$ 147.737.875,00 (31% do orçamento) e Saúde R$ 108.343.385,00 (23,3%. Em seguida vem  Viação Obras e Serviços Urbanos com R$ 50.459.276,00 (10,8%).

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Saúde de Guarapuava confirma 45 novos casos de covid-19

PARALISAÇÃO

Volta às aulas mobiliza sindicato para greve também na Região

TRABALHO POLICIAL

Polícia Civil prende acusado de matar Juliano Palácio de Ramos

Comentários